Toy: Coração Não Tem Idade

Toy1

 

No novo álbum de Toy, “Coração não tem idade”, o músico dá vida a treze composições. Alguns dos temas em destaque são:

 

 

“Coração não tem idade (vou beijar)” é o primeiro tema deste álbum e dá o título ao mesmo. É uma canção divertida, ideal para um concerto ao ar livre. A secção de metais e os coros nesta música recebem uma nota positiva pelo contributo que dão ao tema e às restantes faixas.

 

 

“És tão enganadora” permite ao Toy mostrar a sua poderosa voz que é acompanhada pela viola. O setubalense, que é aclamado pela crítica pelo seu contributo para a música ligeira, neste tema fala sobre relações amorosas e os enganos no amor, tema recorrente nas composições que tem apresentado ao longo dos anos.

 

 

“Não há como tu” é uma música mais calma, indicada para os enamorados. Se a primeira música fala sobre as alegrias do amor, em “O soro da paixão” o músico fala sobre o final de um relacionamento e as dificuldades que se tem que enfrentar pára se ser feliz. Estes dois temas são dois lados de uma mesma moeda.

 

 

“Fui o culpado (Por te perde)r” segue esta linha mais calma e clean onde o piano introduz um estilo jazzístico. “Rebelde coração (Eu vou embora)” fala sobre as partidas, mais uma vez, e sobre o sofrimento que podemos viver quando ouvimos o nosso coração. Esta canção é uma ode a quem está sempre do nosso lado e da constante luta que existe, o dilema que temos que enfrentar todos os dias entre ouvir a nossa cabeça ou deixarmo-nos guiar pelo coração.

 

 

Em “Rosa negra” Toy brinda-nos com um momento de rap. Este disco foi lançado em pleno Inverno mas esta é uma canção dedicada ao Verão e aos amores loucos, à sensualidade associada a essa época do ano. A batida dá vontade de dançar e juntar-nos ao coro que acompanha o cantor.

 

 

“Vou descobrir onde ela está” é uma música que mais se assemelha a uma conversa, uma nota deixada em cima da cama depois de termos abandonado tudo para partimos em busca dos nossos sonhos. Esta é uma música que nos faz sonhar, que nos faz pensar sobre os nossos próprios medos.

 

 

“Será que é desta vez?” traz o som da água o piar das gaivotas, dois sons muito queridos para quem nasceu junto ao litoral, como é o caso do cantor. Esta é uma canção forte e onde Toy demonstra a sua enorme capacidade vocal enquanto nos transmite coragem para tomar as medidas necessárias para sermos felizes, para amarmos. 

 

 

Toy canta que “Não fomos feitos um para o outro” mas depois de ouvirmos este tema não temos muita certeza. Esta é uma canção cheia de swing, tropical, que dá vontade de mexer o corpo enquanto cantamos o refrão. Esta é uma música sobre as diferenças que nos separam mas a verdade é que os opostos se atraem.

 

 

Nos 13 temas que compõe o disco “Coração não tem idade”, Toy demonstra que a música portuguesa feita em Portugal e por portugueses está de boa saúde e é altamente recomendada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.