Traga-Mundos apresenta “Um olhar sobre o reino maravilhoso”

“Um olhar sobre o reino maravilhoso” é a nova exposição de fotografia de Anabela Quelhas. Esta mostra de fotografia estará patente até 30 de Junho e tem a sua inauguração formal no dia 9 de Junho, Quinta-feira, às 21 horas, na livraria Traga-Mundos.

As 21 fotografias em exposição retratam a região transmontana, normalmente apelidada por Reino Maravilhoso, segundo Miguel Torga. 

 

 

Estas fotos são uma selecção realizada para oferta à rádio Burela (Galiza), no âmbito do projecto “A cultura que une”, que pretende evocar o escritor Miguel Torga, escolhido este ano como homenageado neste projeto. 

 

 

As imagens foram recolhidas na região trasmontana próxima da cidade de Vila Real. A presente mostra é muito ecléctica. Retrata o rural, o urbano, o popular, o erudito e os devaneios do seu olhar. Favorece a contraluz, os enquadramentos, a cor ou ausência dela, o contraste, a psicologia da cor e pontualmente a manipulação da imagem.

 

 

A autora, Anabela Quelhas, realiza fotografia regularmente como ensaio estético, encontrando na região onde tem raízes, muitos motivos de inspiração, que tenta fixar no registo fotográfico e partilhar na comunidade digital. 

 

 

Miguel Torga ensinou-a ler esta terra imensa, feita de mares de granito e de xisto, de montes, de vales e de rios sinuosamente belos, levou-a a lugares que desconhecia, influenciou-a na sua avaliação sobre os sítios e as gentes e no desenho das suas opções estéticas que se concretizam em diversas vertentes. A fotografia é uma delas. 

 

 

Na fotografia procura o inesperado, aquilo que é irrepetível e nos últimos anos tenta descobrir realidades virtuais, que acontecem à sua volta e que as pessoas distraidamente desprezam ou ignoram. A melhor fotografia será sempre a próxima.

 

 

Esta exposição é inserida âmbito da “Vila Real – Capital da Cultura do Eixo Atlântico 2016”.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.