UAU anuncia espectáculos até ao final de 2016

A UAU tem agendados inúmeros espectáculos até ao mês de Dezembro, anunciando ainda uma exposição que leva animais exóticos até ao teatro Tivoli BBVA.

O mês de Julho traz a exposição “Animais exóticos invadem o teatro”, que pode ser vista de 19 de Julho a 4 de Setembro, das 10:00 às 20:00. Aracnídeos, crustáceos, répteis, mamíferos e anfíbios provenientes dos diversos continentes e de ambientes diferentes como desertos, florestas tropicais, savanas, pântanos e montanhas rochosas podem ser vistos nesta mostra única, com cerca de uma centena de seres vivos, para delícia de toda a família.

 

 

Em Outubro uma das maiores vozes da MPB volta a Portugal. Senhor absoluto do seu próprio tempo e espaço, Ney Matogrosso regressa para três concertos. Os espectáculos acontecem a 2 de Outubro, Coliseu do Porto às 21:30 e nos dias 4 e 5 de Outubro no Salão Preto e Prata do Casino Estoril, às 21:30. Na bagagem o artista traz “Atento aos Sinais”, o seu mais recente projecto, que inclui temas dos consagrados Caetano Veloso, Itamar Assumpção e Paulinho da Viola e dos emergentes Criolo, Vítor Pirralho ou Dani Black. Neste espectáculo, porque com Ney os concertos são sempre maravilhosos, o cantor brasileiro apresenta-se com a exuberância que o caracteriza, figurinos ousados e um repertório que combina temas clássicos com as novidades. A seu lado em palco, Sacha Amback (direcção musical e teclado), Marcos Suzano e Felipe Roseno (percussão), Dunga  (baixo), André Valle (guitarra), Aquiles Moraes (trompete) e Everson Moraes (trombone). 

 

 

Ainda no mês de Outubro, a UAU traz o Grupo de Fados à Capella ao teatro Tivoli BBVA no dia 19 Outubro, às 21:30. Em Outubro, a viola de Luis Ferreirinha, a guitarra portuguesa de Ricardo Dias, o acordeão de Ricardo J. Dias e as melodiosas vozes de José Vilhena e Nuno Correia da Silva estão de regresso ao Teatro Tivoli BBVA para mais uma viagem no tempo e nas melodias que fazem do Fado de Coimbra um símbolo nacional. Original de Coimbra, é na antiga capela de Nossa Senhora da Vitória (fundada em 1361 e abandonada no século XIX) que o grupo de fados à Capella se apresenta diariamente, desde 2004. Antigos alunos de Coimbra, partilham a paixão pelo som da canção de Coimbra, que afirmam único pelas diversas influências que absorveu ao longo dos séculos. No seu repertório não trazem apenas o tradicional fado, mas também trovas, baladas e canções de intervenção, sempre acompanhadas pela imprescindível guitarra portuguesa.

 

 

O ballet cómico dos Les Ballets de Trockadero de Monte Carlo sobe ao palco do CCB de 2 a 6 de Novembro. De 2 a 5 Novembro os espectáculos ocorrem às 21:00 e nos dias 5 e 6 Novembro às 16:00. Só homens. Sim! Não há mulheres na companhia! À seriedade e rigor da performance aliam abundantes doses de humor ou não fossem os bailarinos, todos, homens. Sim! Não há mulheres na companhia, “eles” fazem todos os papéis e esta é a marca da diferença e da diversão. Les Trocks, nome carinhoso pelo qual é conhecida, é a companhia de ballet mais original e divertida de sempre. Nasceu há 42 anos, off-broadway, e rapidamente conquistou a ribalta com a apurada técnica e graciosidade de movimentos dos seus bailarinos. No seu repertório estão os clássicos mas também originais, e dançar “em pontas” não assusta!

 

 

Os Monda são um grupo alentejano que actua no teatro Tivoli BBVA no dia 15 de Novembro. Estes apresentam uma abordagem contemporânea ao Cante Alentejano, reconhecido em todo o mundo, o Cante Alentejano é a identidade cultural desta região Portuguesa. Com uma aproximação clara às novas tendências musicais, o projecto Monda criou uma abordagem contemporânea ao Cante Alentejano, misturando a composição tradicional com os novos sons da World Music. Monda nasceu da vontade dos seus intervenientes Jorge Roque, Pedro Zagalo e Der Medinas que, com raízes culturais e musicais diversas, têm em comum o Alentejo e a vontade de o cantar e tocar.

 

 

Madame Butterfly é uma ópera de Puchini e pode ser vista nos dias 25 e 26 de Novembro. A Ópera del Mediterraneo, dirigida pelo maestro Fernando Alvarez, apresenta Madame Butterfly no Campo Pequeno(25 de Novembro às 21:00) e Multiusos de Guimarães(26 de Novembro às 21:00).

 

 

AGA-BOOM estreia no dia 1 Dezembro com sessões especiais para as festas de natal cooperativas. Mais que um espectáculo, AGA-BOOM é um conjunto de momentos que se enraízam na memória de todos, fazendo rir, ou mesmo sorrir, muitos dias depois. Na melhor tradição russa da arte de clowning, AGA-BOOM apresenta-nos personagens estranhas e irreais. Vindas de outro “mundo”, acabam envolvidas em situações bastante cómicas, pela simplicidade com que interagem com objectos do quotidiano de todos nós. O que será que acontece se carregar no botão que diz “Não Tocar!”? Se calhar…. nada…

 

 

Natal que é natal tem palhaços e a magia da Disney. Em Dezembro, a Lisbon Film Orchestra, sob direcção do maestro Nuno de Sá, volta a encantar miúdos e graúdos com os mais famosos temas dos filmes Disney. Os temas de O Rei Leão, A Pequena Sereia, Piratas das Caraíbas, Mary Poppins, A Bela e o Monstro, Aladdin e Frozen-O Reino do Gelo, entre outros, serão tocados por 55 músicos e cantados por 4 cantores em português, sincronizados com as imagens dos famosos filmes da Disney projectadas numa tela, proporcionando uma experiência musical de orquestra verdadeiramente mágica e um Natal ainda mais especial a todas as famílias. Os 4 espectáculos acontecem no Coliseu Porto(5 e 6 Dezembro às 21:30),Campo Pequeno(7 e 8 Dezembro.7 de Dezembro às 21:30 e 8 às 16:00),Portimão Arena(10 Dezembro às 21:00) e Multiusos Guimarães(18 Dezembro às 21:00).

 

 

A 9 de Dezembro o ballet O Quebra-Nozes sobe ao palco do CCB nos dias 9 (21 horas),10 e 11 de Dezembro( 16 horas). Com música de Pyotr Tchaikovsky e baseado no conto “O Quebra-Nozes e o Rei dos Ratos” este espectáculo conta a história de uma menina apaixonada pelo Príncipe Quebra-Nozes. É o seu amor que o salva da ameaça do Rei dos Ratos e anula o feitiço que o mantinha quebra-nozes. Fundada em 1989 por Sergei Radchenko, um dos mais importantes solistas do Teatro Bolshoi de Moscovo, a Russian National Ballet tem um repertório que privilegia os bailados clássicos, que apresenta por todo o mundo há 25 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.