UHF preparam duas noites especiais no Sabotage

uhf

 

 

Nascidos em Almada a 18 de Novembro de 1978, os UHF tornaram-se muito importantes para a rock nacional dos anos 80/90.

 

 

 

Com o rastilho de fome e sede de ir até ao limite que o pós-revolução deixou no ar, os UHF saciaram muitas almas sedentas de rock, e, continuam a fazê-lo. São quase 40 anos de histórias, de estrada, de discos e de companheirismo.

 

 

 

Os UHF atingiram em 2015 a fantástica cifra de 1 700 concertos em Portugal e no mundo, venderam mais de um milhão e meio de discos – entre álbuns, extended plays, singles e cassetes – e lançaram quinze álbuns de estúdio. Estão representados em mais de 100 compilações com outros artistas incluindo nos Estados Unidos e Brasil. Receberam onze discos de prata, sete de ouro, três de platina e ainda o prestigiado prémio da Casa da Imprensa em 1981, a “Medalha de Mérito da Cidade” de Lisboa em 2009 e, no final de 2015, a Sociedade Portuguesa de Autores congratulou a banda com a “Medalha de Honra”.

 

 

 

É porque uma história destas merece ser celebrada que os UHF iniciaram a tournée Noites à Flor da Pele no corrente ano e vão terminá-la no Sabotage nos dias 6 e 7 de Outubro.

 

 

 

No dia 6 vão recordar o primeiro álbum da banda – À Flor da Pele (1981) – e no dia 7 o quinto álbum – Noites Negras de Azul (1988).

 

 

 

Poesia, riffs e muito rock’n’roll vão pintar o Sabotage nestas duas noites. Êxitos como “Rua do Carmo”, “Rapaz Caleidoscópio”, “Na Tua Cama” e “Sonhos na Estrada de Sintra” vão ser revisitados e partilhados na nossa sala com a mesma intensidade como se tivessem sido criados hoje.

 

 

 

Os bilhetes para cada noite custam 15€ e podem ser adquiridos no Sabotage Club na Rua de São Paulo, 16 – Lisboa durante os dias de semana das 15:00 às 18:00 ou em dias de concerto à noite ou na Vinil Experience na Rua Loreto, 61 – Lisboa.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6342 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.