Última representação de “Jogo dos Tronos – Uma paródia medieval improvisada”

jdt_final_low

 

 

Portugal também tem os seus “Game of Thrones”. O “Jogo dos Tronos – Uma paródia medieval improvisada” entra nas suas últimas representações. Esta paródia medieval improvisada do grupo “Improvio Armandi” pode ser vista no Auditório Carlos Paredes, em Benfica, no dia 18 de Novembro, às 21:30. O bilhete custa 7€.

 

 

Depois do sucesso de “Trailer” e “Trailer 2”, os “Improvio Armandi” apresentam assim o “Jogo dos Tronos – Uma paródia medieval improvisada”, o seu terceiro formato long-form ,com o apoio da “X-Cell Design” e dos “Creatores Horrores”.

 

 

Os “Improvio Armandi”, conhecidos sobretudo pelos seus formatos de long-form (em que são improvisadas histórias longas, em vez dos tradicionais pequenos jogos de improviso), que remetiam já para um universo cinematográfico, estão de volta com um novo espectáculo que promete trazer de volta a emoção de uma boa disputa de famílias rivais pela coroa, com o “Jogo dos Tronos – Uma paródia medieval improvisada”.

 

 

As espadas afiam-se, os sussurros aumentam e as grandes famílias preparam-se para o inevitável: jogar o “Jogo dos Tronos”. Este espectáculo conta a história de quatro famílias portuguesas que disputam o direito de se sentarem no trono, recorrendo a todo o tipo de meios (legítimos ou não) para o fazer. Durante uma hora pode assistir a assassinatos, casamentos, batalhas e alianças forçadas, entre estas famílias, inspiradas em elementos do público.

 

 

Durante uma hora o público vai conhecer e ajudar a compor os protagonistas (André Sobral, Hugo Rosa, João Cruz e Juan Pereira) desta intriga (medieval, sejam eles nobres guerreiros, conselheiros maquiavélicos, belas princesas ou assassinos sem escrúpulos, que poderão ver o seu destino mudado de um momento para o outro, mas sempre com uma garantia, no final… só um será rei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.