‘Um Outro Fim Para a Menina Júlia’ no Centro Cultural do Cartaxo

O palco do Centro Cultural do Cartaxo vai receber, no dia 1 de Fevereiro, sábado, às 21:30, as personagens que August Strindberg criou e a quem Tiago Rodrigues, director do Teatro Nacional D. Maria II, procurou um novo destino. Em Um outro fim para a Menina Júlia, Tiago Rodrigues faz-nos reencontrar Júlia, João e Cristina, 30 anos mais tarde, treinados pela vida, a encontrar a felicidade nas pequenas coisas.

 Júlia sai com um passo firme”. Estas são as palavras que August Strindberg escreve no final de Menina Júlia. Desde a estreia da peça, há 130 anos, em Março de 1889, que actores de todo o mundo obedecem à ordem do autor e sugerem o suicídio de Júlia como o único desfecho possível desta história.

 Imaginar outro fim possível para estas personagens é a proposta de Tiago Rodrigues que mostra em cena o que acontece depois de Júlia sair de cena na peça levada ao palco, pela primeira vez, em 1889. Obriga-nos a imaginar o futuro que Strindberg não quis prometer às suas personagens. Neste “antes e depois”, podemos inventar uma alternativa e imaginar que o passo firme de Júlia pode ser o início da lenta e laboriosa caminhada da vida.

 

O anúncio dos três teatros seleccionados para integrar a Rede Eunice Ageas (REAgeas) ao longo dos três próximos anos Rede Eunice AGEAS visa promover a circulação de espectáculos teatrais em território nacional e o acesso das suas produções ao território nacional, captando e formando novos públicos, elevando os seus padrões de exigência crítica, e promovendo o diálogo intercultural.

 

A candidatura para integrar a REAgeas, foi apresentada pela área de Cultura do Município, em Julho deste ano. A selecção do CCC pela REAgeas é prova do reconhecimento do trabalho “desenvolvido no domínio da cultura teatral, e cuja acção espelha um compromisso com a difusão e a criação de actividades artísticas, culturais e educativas, no té 2022, o Centro Cultural vai receber nove peças de teatro – três por temporada.

 

As peças que o TNDMII trará ao Cartaxo, em 2020, já são conhecidas – para além de Um outro fim para a menina Júlia, em Março, subirá ao palco do Centro Cultural do Cartaxo, Antígona, de Sófocles, com encenação de Mónica Garnel, espectáculo que abriu a temporada do D. Maria II em Setembro de 2019; e em Abril, Fake, um espectáculo de Inês Barahona e Miguel Fragata, com estreia marcada para dia 19 de Março de 2020, na Sala Garrett do D. Maria II.

 

O protocolo formalizado entre a Câmara Municipal e a REAgeas, prevê ainda a possibilidade de aos espectáculos, se juntarem outras actividades tais como apresentação de livros, leituras encenadas, cursos de formação e outras acções na área teatral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.