Vila Franca de Xira: Tristão Ribeiro Telles com triunfo e Duarte Silva a mostrar valor

Pela manhã, a Praça de touros Palha Blanco recebeu uma novilhada popular, a segunda da Feira de Outubro 2020.

Para lidar novilhos da ganadaria Palha, estiveram em praça os cavaleiros Francisco Nuncio e Tristão Ribeiro Telles e os novilheiro Duarte Silva e Sérgio Sanchez.
Nota: Anunciavam-se novilhos Mata-o-Demo para toureio a cavalo mas todo o curro foi da ganadaria Palha.
Abriu função, o cavaleiro Francisco Nuncio. Cavaleiro de dinastia importante, teve por diante um novilho Palha com condições de lide. O cavaleiro levou vários toques na montada, numa lide de altos e baixos e em que se destaca o esforço.
Tristão Ribeiro Telles é dos jovens em quem mais confiança e esperança se deposita, na arte de toureio equestre. E que lide levou a cabo Tristão. Bem na brega, bem na escolha de terrenos e pelo menos três curtos de nota muito elevada. Foi ele quem fez soar os aplausos mais sonoros está manhã.
Pelos Amadores de Vila Franca pegaram Rodrigo Andrade à primeira e André Câncio Lilaia à primeira.
Duarte Silva é um dos mais promissores novilheiros portugueses mas no primeiro novilho não esteve triunfal. Regular no capote, bem nas bandarilhas e na muleta iniciou muito bem, com profundidade e Temple mas depois o oponente encurtou investidas e Duarte não o soube interpretar.
Sérgio Sanchez levou a efeito uma actuação bonita e bem desenhada. Melhor na muleta, na qual aproveitou as condições do novilho, desenhando uma faena em crescendo e do agrado do público vilafranquense.
Duarte Silva. Duarte Silva. Duarte Silva. Não é de todo um erro de escrita a repetição do nome do novilheiro lusitano. É porque a sua segunda actuação é de muitos quilates. Na muleta foi mandão, seguro, esteticamente bonito e levou a cabo uma actuação templada, com boas series e por ambos os lados. No capote e bandarilhas esteve correcto e seguro. Uma actuação triunfal.
Sérgio Sanchez teve uma segunda actuação de menor fulgor, contudo dando mostra de algumas qualidades.
Corrida dirigida por Fábio Costa, assessorado por José Manuel Lourenço.
Texto: Rui Lavrador
Fotografia: Nuno Almeida

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6768 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.