Vortice Dance Company estreia “Magnificat – Padre Formigão, O Apóstolo de Fátima”

 

 

“Magnificat – Padre Formigão, O Apóstolo de Fátima” é o título do espectáculo com estreia agendada para 15 de Agosto pelas 15:30, com entrada gratuita, no Grande Auditório do Centro Pastoral Paulo VI, no Santuário de Fátima.

Concebido pela Vortice Dance Company com direcção artística dos coreógrafos Cláudia Martins e Rafael Carriço, a obra é uma encomenda da Congregação das Irmãs Reparadoras de Nossa Senhora de Fátima para celebrar os 70 anos da aprovação Canónica da Congregação.

Para os coreógrafos, o trabalho artístico será mais uma oportunidade de dar a conhecer a vida e obra do Padre Formigão “personalidade ímpar na história de Fátima”.

Fazendo uso de diversas valências artísticas, pretendemos sublinhar nesta obra a importância do Cónego Formigão na história e na mensagem de Fátima, já que o seu papel se destacou desde os primeiros contactos e interrogatórios aos Pastorinhos, na investigação e divulgação da mensagem de Fátima e na fundação de uma congregação religiosa”, referem Cláudia Martins e Rafael Carriço.

Recorde-se que, no contexto do processo de canonização, o Papa Francisco declarou Venerável o Padre Manuel Nunes Formigão, a 14 de abril de 2018.

Segundo a Irmã Ana Paula Rodrigues Teixeira, superiora-geral das Irmãs Reparadoras de Nossa Senhora de Fátima, o espetáculo “colocará em evidência três das principais caraterísticas do nosso fundador: Homem de Deus, Apóstolo de Nossa Senhora de Fátima e Fundador da nossa Congregação”.

 

Entretanto, antes da estreia nacional de “Magnificat – Padre Formigão, O Apóstolo de Fátima”, a 15 de Agosto, a companhia de dança contemporânea tem agendados três outros espetáculos no país:

HOME 2.0 – C.C.C. Caldas da Rainha | 29 Junho

HOME 2.0 – Teatro da Trindade, Lisboa | 12, 13, 14 Julho

ARTIFICIAL INTELLIGENCE – Festival Cistermúsica, Alcobaça | 27 Julho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.