Xutos abrem ciclo de concertos “Arena Live 2018” no Casino Lisboa

 

 

 

Com um notável cartaz, o Casino Lisboa inaugura, já no próximo dia 29 de Outubro, o ciclo de concertos “Arena Live 2018”. Num genuíno ambiente de festa, o Casino Lisboa convida os seus visitantes a acompanhar, até ao final do ano, uma série de dez concertos. O encontro está marcado para o palco central do Arena Lounge, às Segundas-Feiras, pelas 22:00, excepto na noite do dia de Natal e na noite de Réveillon. A entrada é livre.

 

Os Xutos & Pontapés abrem, a 29 de Outubro, o ciclo de concertos “Arena Live 2018”. Quase a celebrar quatro décadas de carreira, e com 13 álbuns de originais editados, a banda é “A” bandeira do próprio Rock & Roll em português, por portugueses e para portugueses.

 

Com um acervo de clássicos inigualável, a banda foi já distinguida com vários prémios e, também, condecorada. Verdadeiros “animais de palco” que vivem para os seus concertos, é através destes momentos que os Xutos & Pontapés cimentam a sua ligação indestrutível com um público sempre presente à chamada, de braços cruzados em “X”, a celebrar a maior longevidade de uma carreira rock neste cantinho à beira-mar.

 

 

Noutro concerto a não perder, o Casino Lisboa recebe, a 5 de Novembro, Sérgio Godinho e convidados, no Arena Lounge. Sérgio Godinho, o “escritor de canções”, está de regresso com “Nação Valente”, o novo disco de originais e novo espectáculo a solo.

 

Com “Nação Valente” voltamos ao conforto e à inquietação habitual de Sérgio Godinho, que nos transporta, ainda, para territórios poéticos e musicais de alguma forma inéditos na obra do cantautor. Em palco, “Nação Valente” crescerá. Às canções que compõem o disco juntar-se-ão outras, menos recentes, das mais e menos conhecidas, que enriquecerão o retrato desta (nossa) nação valente.

 

 

Para a noite de 12 de Novembro, está agendado um concerto de Carolina Deslandes, uma das maiores artistas da actual geração de cantores e compositores portugueses. Com milhões de visualizações no Youtube tem trilhado um percurso meteórico desde a sua estreia, afirmando-se como uma das maiores referências, não apenas no universo digital, mas na música nacional contemporânea.

 

“Casa”, o seu terceiro disco de originais, foi editado no passado mês de Abril e entrou directamente para o 1.º lugar do top nacional de vendas, tornando-se o álbum que mais vendeu na semana de estreia. Pertencem a “Casa” os temas “A Vida Toda”, galardoado com o single de ouro e com mais de 7 milhões de visualizações no Youtube, e “Avião de Papel” (letra e música de Carolina Deslandes) feat. Rui Veloso que, em apenas 2 meses, ultrapassou 3 milhões de visualizações no Youtube e voou directamente para os tops de venda e streaming nacionais.

 

 

Em mais uma noite dedicada à música portuguesa, Os Azeitonas reencontram-se, a 19 de Novembro, com os visitantes do Casino Lisboa. Lançado este ano, “Banda Sonora” é o 5° álbum de estúdio da banda portuense. “Cinegirasol”, “Fundo da Garrafa” e “Efeito do Observador” são alguns dos singles que integram, obrigatoriamente, o alinhamento das suas actuações.

 

Considerados, em 2010, pela revista Blitz, como “Um verdadeiro fenómeno de culto em Portugal”, Os Azeitonas revisitam, habitualmente, outros sucessos que marcaram uma década de produção discográfica. Êxitos como “Um Tanto ou Quanto Atarantado”, “Quem És Tu Miúda”, “Ray-dee-oh”, “Tonto de Ti”, “Nos Desenhos Animados Nunca Acaba Mal” ou “Anda Comigo Ver os Aviões” estão, habitualmente, em destaque nos seus concertos.

 

 

Músico da nova geração angolana, C4 Pedro apresenta-se, a 26 de Novembro, no Arena Lounge para interpretar as suas melhores composições. Em destaque estará o álbum “King CKWA”, que reúne êxitos como “Tu és a Mulher”, “Spetxa One” ou “African Beauty” (feat. Dj Maphorisa).

 

Intérprete, compositor, guitarrista, produtor e empresário, C4 Pedro deu os seus primeiros passos musicais na Bélgica onde viveu durante dez anos e onde, em 2007, editou o seu álbum de estreia “Lágrimas – Um Só Povo Uma Só Canção”. O seu segundo registo de originais, “Calor e Frio”, chegou em 2011 e catapultou a sua carreira. A sua versatilidade e polivalência permitiram-lhe, ainda, participar na telenovela portuguesa “A Única Mulher” e a dar voz a duas dos personagens do filme de animação “Hotel Transylvania 2”.

 

 

Após esgotarem o Arena Lounge, em 2015 e em 2016, os HMB regressam, no próximo dia 3 de Dezembro, ao Casino Lisboa. Inspirados nos melhores registos de soul e r’n’b, com um toque de jazz, funk e hip hop, sempre em português e sempre com muito Groove, esta mediática banda apresenta os seus êxitos discográficos.

 

Com o lançamento do primeiro disco homónimo, lançado em 2012, os HMB obtiveram uma assinalável notoriedade, adquirindo um espaço próprio na cena musical portuguesa. “Dia D” e “Não Me Deixes Partir” conquistaram rapidamente o público. A banda consolidou o seu percurso com “Sente”, editado em 2014. As composições “Feeling”, “Talvez” e o divertido “Naptel Xulima”, são os cartões-de-visita, que consolidaram um percurso impar no panorama da música nacional.

 

 

Os Linda Martini estreiam-se, a 10 de Dezembro, no Casino Lisboa. É, precisamente, ao vivo que este quarteto revela toda a sua força, com concertos explosivos, uma máquina bem oleada que cruza velocidade rítmica com serenidade melódica. Em noite de concerto “Arena Live”, André Henriques, Cláudia Guerreiro, Hélio Morais e Pedro Geraldes apresentam o novo álbum homónimo da banda, regressando, assim, ao rock “mais cru” dos primórdios da carreira.

 

Em 2006, o single “Amor Combate” foi considerado o melhor do ano por Henrique Amaro, da Antena 3, e, no mesmo ano, o álbum de estreia “Olhos de Mongol” foi distinguido como disco do ano pelos leitores da revista Blitz. O segundo álbum, “Casa Ocupada”, foi editado em 2010, apresentando uma banda com um som mais conciso, denso e pesado. Nunca esquecendo as suas raízes, com um pé no punk e outro no hardcore, são uma banda referência do rock português, cada vez mais consolidada e adulta.

 

 

Noutra aguardada estreia, Papillon apresenta-se, a 17 de Dezembro, no Arena Lounge. Papillon é o nome de guerra de Rui Pereira, um dos novos valores da música urbana portuguesa e um quinto do notável grupo de hiphop, os GROGNation. Poeta da era moderna, Papillon mistura a sua escrita afiada ao ritmo e ao sentimento que lhe são inatos. O seu nome emergiu no cenário do hip-hop tuga com a participação memorável na Liga Knock Out.

 

Como parte do colectivo GROGNation, já soma duas mixtapes, dois EPs e o álbum “Nada é Por Acaso”. Como artista a solo, já colaborou com nomes tão marcantes como, por exemplo, Profjam, Slow J e Charlie Beats. Este ano, estreou, a solo, o álbum “Deepak Looper”, um conto autobiográfico produzido por Slow J.

 

 

Num concerto especial, os Gospel Collective actuam em plena noite do Dia de Natal no Casino Lisboa. Dirigido pela cantora e maestrina Anastácia Carvalho o grupo é formado por  cerca de 30 vozes onde se incluem uma série de cantores profissionais de diferentes áreas musicais bem como de diferentes nacionalidades dentro da lusofonia.

 

Inspirado num reportório gospel, o grupo vai beber ao cancioneiro gospel norte-americano nas suas diferentes sonoridades que contempla não só os tradicionais espirituais negros mas também o new urban gospel ou afrogospel. O grupo canta não só em inglês, mas em português e alguns dialectos sul-africanos.

 

 

O ciclo de “Concertos Arena Live 2018” encerra, da melhor forma, com os The Gift, a 31 de Dezembro. Em plena noite de Réveillon, Sónia Tavares sobe ao palco central do Arena Lounge para interpretar os grandes êxitos da banda, entre os quais se destacam várias composições de “Altar”, o mais recente disco de originais co-produzido e co-composto por Brian Eno, misturado por Flood.

 

“Altar”, editado em abril de 2017, é reconhecido como um dos discos de referência na carreira do quarteto de Alcobaça, distinguido como um dos álbuns do ano e destacado pelos singles “Love Without Violins”, “Clinic Hope” e “Big Fish”. Os media e os fãs referem que é no palco que a banda revela o seu melhor, através de enérgicos, surpreendentes e inesquecíveis concertos que por onde passam deixam uma forte marca.

 

Ciclo de “Concertos Arena Live 2018”

– 29 de Outubro: Xutos & Pontapés

– 05 de Novembro: Sérgio Godinho e Convidados

– 12 de Novembro: Carolina Deslandes

– 19 de Novembro: Os Azeitonas

– 26 de Novembro: C4 Pedro

– 03 de Dezembro: HMB

– 10 de Dezembro: Linda Martini

– 17 de Dezembro: Papillon

– 25 de Dezembro: Gospel Collective (Dia de Natal)

– 31 de Dezembro: The Gift (Réveillon)

 

O Arena Lounge do Casino Lisboa acolhe, a partir do dia 29 de Outubro, o ciclo de “Concertos Arena Live 2018”. O programa decorre às Segundas-Feiras, pelas 22:00, excepto na noite do dia de Natal e na noite de Reveillon. A entrada é livre.

 

Por imperativo legal, o acesso aos espaços do Casino Lisboa é reservado a maiores de 18 anos.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 01/10/2018


About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

_