Zoca Zoca está prestes a lançar novo disco e tem uma mensagem para os fãs portugueses

Foto1 (1)

 

O músico angolano Zoca Zoca está prestes a lançar um novo disco e o Infocul entrevistou-o para conhecer um pouco mais sobre um dos nomes mais aclamados da música angolana na actualidade.

 

 

Airo Rogério Bravo é o nome de nascença de Zoca Zoca. O nome artístico “foi-me dado por um amigo e cantor angolano que se chama Queima Bilhas”, começa por nos revelar, quem nasceu em Luanda a 7 de Setembro de 1984 e pai de 3 filhos: Jacira, Jozeine e Zeine.

 

 

Sempre gostei de música foi apenas em 2004 que decidi ser músico profissional”, revela-nos. O seu percurso artístico começou em 2002 como animador de um grupo de dança de Kuduro, onde passou a fazer animação em casas noturnas no bairro. Enquanto animador, também fez coros para o Sebem e  para o Queima bilhas. Até que em 2004 formou o seu próprio grupo que se chama “família que brilha”. Alguns dos maiores hits são “Dança do peito”, “Jaracusa”, “skabelebele”,” uaaa… dança do bum bum”.

 

 

 

Com uma grande popularidade e uma carreira estável, o artista prepara-se para lançar já em Fevereiro o seu novo CD de originais #JustDance, onde se mantém fiel ao seu estilo dançante e electrizante, contando para isso com algumas participações especiais como o sul-africano Thulasizwe em “Controla”, Rapon no tema “Polo”, a Diva Bruna Tatiana no tema “Ignora” e ainda Yakuza e Afrikan Beatz em “Hundé” e “Top”, temas que prometem agitar as pistas de dança.

 

 

Sobre este novo disco diz que “o que posso revelar sobre este disco é que tive o prazer de trabalhar com músicos e produtores internacionais, o que sempre foi um sonho meu, e alguns músicos nacionais que sempre admirei como a Bruna Tatiana”. Zoca Zoca revela ainda que “actualmente as minhas maiores referências musicais são Paulo Flores e Yuri da Cunha. E internacionalmente Wizkid, Uhuro e Davido”. Neste novo trabalho, “a principal mensagem é diversão, dança e ritmo”.

 

 

Sobre Portugal, revela que “conheço um pouco da música popular e do fado, mais, sou fã das bandas rock, como os “Xutos e Pontapés” por exemplo” e que gostaria de fazer, caso surgisse a possibilidade, um dueto com “Paulo Gonzo por exemplo, ou o Boss AC”.

 

 

Aos fãs portugueses, deixou ainda uma mensagem: “gostaria de dizer muito obrigado por apreciarem o nosso trabalho e que graças a eles temos tido a oportunidade de furar outros mercados na europa… o meu muito obrigado pelo carinho”, sendo que poderão acompanhar o seu trabalho no “meu Facebook ou instagram. Ou baixe a aplicação da Stepmusic na App Store. Aí poderá ficar a par de tudo”.

 

Foto2

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6771 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.