Um até já… Janeiro a Junho, 6 meses de Vento Norte aqui no Infocul

 

 

 

Parece ter sido ontem e já passou meio ano, muito pouco dizem alguns, muito tempo dirão outros tantos. Foi a primeira vez que tive uma coluna num órgão de comunicação e o resultado para mim foi mais que positivo, primeiro porque foi um desafio e eu adoro desafios, segundo porque me permitiu emitir opinião pública e terceiro porque fui muito bem recebido nesta casa.

A minha passagem aqui pelo Infocul não se ficou só (felizmente) pelo Vento Norte, pelo caminho escrevi também ‘crítica’ a vários concertos (Gal Costa, Massive Attack, Joana Amendoeira, Pedro Moutinho…), falei de teatro e livros, sugeri espectáculos e eventos, etc e etc… sempre com o aval do Editor Rui Lavrador que nunca me disse que não… mas chegou a altura de embarcar num novo desafio, desafio esse que vai tomar muito do meu pouco tempo livre. Pois é, eu sei que parece mas os meus dias não têm 48 horas… mas deviam.

Mas antes de dizer um até sempre, não posso claro de deixar aqui alguns agradecimentos especiais, o primeiro lá está ao Rui que teve a visão e a loucura de me desafiar para esta coluna, a todos os que liam, partilhavam, mandavam mensagem e apontavam elogios e críticas ao que ia escrevendo e por último mas não menos importante ao apoio e paciência dos amigos que foram e serão sempre os meus primeiros leitores.

Como últimas palavras vou reforçar o que sempre foi o meu desafio pessoal aqui nesta coluna:

-privilegiar a cultura e a música em português sem distinção ou preconceitos

-fomentar uma discussão saudável mesmo quando o tema era delicado

-não ser arrogante, pedante ou dono da razão

-transparência

-positivismo

-ser igual a mim mesmo

Li agora tudo o que foi assinado com o meu nome no Infocul e fico com o sentimento de missão cumprida. Podia ter sido melhor, também podia ter sido pior… mas nada me envergonha e se começasse tudo de novo na certa escreveria da mesma maneira, bem… talvez com mais ou menos pontuação.

Resta-me mandar um enorme abraço a todos (quem me conhece sabe que sou um homem de abraços), desejar longa vida ao Infocul e terminar como quase sempre terminei por aqui:

Até ao próximo Vento Norte (e este Vento Norte agora pode ser o que vocês quiserem) sejam felizes e ouçam sempre muito boa música… em português!!

Até sempre,

Jonas Santos

2 thoughts on “Um até já… Janeiro a Junho, 6 meses de Vento Norte aqui no Infocul

  • Avatar

    ohhhh sério que vou deixar de ler as tuas crónicas que tanto me encantam?
    Amuei!!!!
    🙂
    Votos de contínuos sucessos meus querido amigo.
    Sei que, onde te metes, sai sempre excelente coelho da tua cartola.

    Obs.: dia 30 – gravação da minha entrevista na TSF! Mais uma vez obrigada 🙂
    Mil beijos

    Reply
  • Avatar

    Não percebo, finito? Mas agora o que é de qualidade acaba rápido? Há que rever, a não ser que possamos continuar a ler noutro espaço ;). Um Abraço e mil beijos pela qualidade do trabalho e claro por seres quem és.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.