Fábia Rebordão presta homenagem à América do Sul e prepara novo disco

Fabia_AlfonsinayelMar

 

 

Fábia Rebordão fez uma homenagem à cultura sul americana ao gravar recentemente o tema “Alfonsina y el Mar”. Este tema foi composto por Ariel Ramirez e Félix Luna, sendo uma criação de Mercedes Sosa, que o gravou pela primeira vez em 1969.

 

Ao mesmo tempo que já prepara o novo disco, Fábia Rebordão falou com o Infocul sobre este tema, que não constará no novo disco, sobre o percurso e também sobre o que está a ser preparado para este ano. Deixou ainda uma mensagem aos nossos leitores.

Fábia, quando surgiu a ideia de fazeres uma versão de “Alfonsina y el Mar”?
Já conhecia esse tema que conta de uma forma sublime uma história profundamente triste, desde os meus 18 anos, e quando soube que ia cantar ao Festival de Fado, e na Argentina, achei que faria todo o sentido cantá-la, uma vez que a criadora desse Tema, Mercedes Sosa é filha da terra.

 

 

 

Este tema já foi cantado por grandes nomes. Pensaste nisso ou foi algo que nem te passou pela cabeça?
Não , não me passou pela cabeça ! Conhecia a versão apaixonante da Mercedes Sousa. Trata-se da uma canção que foi composta, homenageando a poetisa Alfonsina Storni que se suicidou no “Mar Del Plata”. Toda a sua descrição é feita de uma forma brilhante .

 

 

Qual o objectivo ao fazeres esta versão?
Mercedes Sosa foi um ícone na América Latina. Cantaram “ Alfonsina y el Mar “ , no seu funeral . Foi uma música marcante para o povo Latino-americano. E como foi tocante a forma como me senti acolhida quando a cantei , esta é a minha forma lhes agradecer .

 

Esta versão constará do teu próximo disco?

 

Não fará parte do disco porque está fora do seu contexto. Mas seguramente me acompanhará para a vida toda.

 

Por falar em disco… Haverá novo disco em 2018? O que já me podes revelar?
Só posso revelar ( por enquanto ) que sim !

 

Em termos de espectáculos o que já está marcado para este ano? Algumas salas que queiras destacar?

 

Vou fazer concertos no Siesta Festival na Polónia , Genebra , Lagoa , entre outros por confirmar.

 

 

 

És considerada uma das maiores vozes do fado. O que falta para explodires de vez em termos de projecção mediática?
Temos de ser pacientes , e caminhar passo ante passo. Uma carreira sólida não se constrói em dois dias. Estou feliz porque tenho consolidado de forma firme o meu percurso , e tenho sentido um carinho enorme por parte do público. Resta-me esperar pelo meu Dia …

 

Qual a mensagem que queres deixar aos leitores do Infocul?

 

A minha mensagem para o Infocul e os seus leitores é agradecer a honestidade e o carinho com que me têm tratado!

 

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 19/02/2018


About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

_