Eurovision Song Contest: Denúncias de assédio sexual a voluntárias

Eurovision Song Contest: Denúncias de assédio sexual a voluntárias

Eurovision Song Contest: Denúncias de assédio sexual a voluntárias do certame.

Várias voluntárias do Festival Eurovisão da Canção 2022 queixam-se que foram vítimas de assédio sexual na festa de boas-vindas aos artistas.

A notícia consta de vários meios internacionais, depois de várias voluntárias do certame terem sido alegadamente assediadas durante a festa de boas-vindas aos artistas, que decorreu no Palácio de Venaria, em Turim, Itália.

O jornal italiano Corriere Torino revela o relato de algumas alegadas vítimas.

Francesca disse que estava a dançar quando um grupo de bailarinos se aproximou dela e, de repente, começou a “sentir as mãos deles” no rabo.

Acrescentou ainda que viu “uma voluntária afastar um artista que tentou beijá-la”.

Paola revelou algo semelhante, em que vários dançarinos a abraçaram várias vezes e um deles colocou a mão na sua cintura e a tentou beijar.

Senti-me impotente, quis fugir, mas não consegui”, disse.

De acordo com o jornal italiano, houve mais casos de assédio no certame, mas as vítimas não quiseram fazer queixa à polícia para não “causar problemas”.

A Câmara Municipal de Turim já veio informar que está a decorrer uma investigação.

Porém, há quem diga que nada disto aconteceu.

Posso garantir que estive na festa o tempo todo e isso não aconteceu. É uma pena que alguém queira manchar aquele que foi um evento incrível“, disseAlessandra Aires, responsável da autarquia pela gestão dos voluntários da Eurovisão, ao jornal britânico Daily Mail.

Disse ainda que “teria interrompido o evento” se tivesse apercebido de algo fora do comum.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

28,397FãsCurtir
12,877SeguidoresSeguir
268SeguidoresSeguir
173InscritosInscrever