Sábado, Março 6, 2021

Fake News: RTP integra grupo de 10 medias europeus que partilharão conteúdos em várias línguas

Dez media de serviço público europeu, entre os quais a RTP, vão partilhar conteúdos ‘online’ que serão traduzidos em várias línguas, no âmbito da luta contra a desinformação, divulgou hoje a União Europeia de Radiodifusão (EBU).

Esta “iniciativa ‘online’ pioneira” vai permitir aos serviços públicos de media “transcender as barreiras linguísticas e oferecer ao seu público notícias de confiança produzidas pelas contrapartes de toda da Europa“, refere a EBU, em comunicado.

Os conteúdos multilíngues irão fornecer uma “perspetiva pan-europeia sobre questões de interesse fundamental para as audiências nacionais como a pandemia covid-19, alterações climáticas e migração” e “também atuará como um contrapeso eficaz à desinformação e retórica divisiva propagada via plataformas das redes sociais“, acrescenta.

“Sob a nova iniciativa”, os media envolvidos vão contribuir com conteúdos noticiosos de “elevada qualidade para um ‘hub’ digital, que serão automaticamente traduzidos para várias línguas, usando novas ferramentas e processos de trabalho inovadores“, acrescenta.

Após uma fase piloto bem sucedida“, que viu 14 emissoras a partilharem “mais de 120.000 artigos durante um período de oito meses“, o projeto recebeu uma subvenção da UE que permitirá “o desenvolvimento completo das ferramentas técnicas e o fortalecimento da colaboração editorial entre as redações“, salienta.

Os editores ficarão então responsáveis por selecionar os assuntos que mais interessam aos seus respetivos públicos para publicá-los por meio de uma ferramenta de recomendação integrada no seu ‘site’, ferramenta cujo lançamento está previsto para julho deste ano.

Os media envolvidos, além da RTP (Portugal), incluem a Alemanha (BR-ARD), Bélgica (RTBF), Espanha (RTVE), Finlândia (YLE), França (France Télévisions), Irlanda (RTÉ), Itália (RAI) e Suíça (SWi swissinfo.ch), bem como a emissora franco-alemã e europeia ARTE.

Prevê-se que mais emissoras se inscrevam no serviço conforme a iniciativa ganhe impulso, adicionando novos idiomas à oferta geral de conteúdo“, adianta a EBU.

A colaboração digital na partilha de notícias é o próximo passo significativo para a inovação dos media na Europa. Coletivamente, o serviço público de media inclui a maior redação da Europa, gastando 5,5 mil milhões de euros por ano e empregando mais de 40.000 jornalistas para fornecer conteúdo noticioso preciso através de plataformas digitais confiáveis“, refere a EBU.

Notícias e informações fiáveis e baseadas em factos são ainda mais importantes num momento em que a desinformação e o populismo ameaçam as democracias. É empolgante trabalharmos com tecnologia de ponta para abrir estes conteúdos de alta qualidade ricos ao nosso público, quebrando barreiras geográficas e de língua“, afirmou o diretor-geral da EBU, Noel Curran, citado no comunicado.

Esta iniciativa vai revolucionar a partilha de notícias na Europa“, rematou.

Texto: Lusa

Avatar
Redacçãohttp://www.infocul.pt
Redacção oficial do site infocul.pt

Artigos Relacionados

Opinião. O Plano deve ser faseado

Escrever sobre a gestão da pandemia, é um exercício que deve ser alvo da maior ponderação. Afinal trata-se de um tema complexo onde a...

Cláudio Ramos: “Não há programas de primeira e programas de segunda”

Este sábado, 6 de Março, marca a estreia das galas do Big Brother-Duplo Impacto ao sábado. Após algumas notícias, já desmentidas, de que o programa...

Big Brother: Jéssica Fernandes magoada com Cinha por ter sido chamada de “porca, nojenta, javarda”

Jéssica Fernandes mostrou-se, ontem, magoada com a comentadora Cinha Jardim. "A outra é que foi tão parva, aquela mulher. Mas não vou deixar o meu coração...

Siga-nos nas redes sociais

23,955FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
73InscritosInscrever