Sábado, Setembro 25, 2021

Fique em Casa! Depressão Karim traz vento e chuva forte!

No seguimento dos critérios de emissão estabelecidos, o Serviço Meteorológico de Espanha, AEMET, atribuiu o nome de KARIM a uma depressão que se encontrava centrada em 55°N 25°W às 12UTC de dia 19 de fevereiro.

MADEIRA

Com a aproximação e passagem de superfície frontal fria, entre o fim da tarde do dia 19 (sexta-feira) e o fim da tarde do dia 20 (sábado), associada à depressão Karim, prevê-se: Períodos de chuva que poderão ser fortes durante a madrugada e manhã do dia 20 (sábado), em especial nas regiões montanhosas, passando a aguaceiros a partir da tarde que podem ser de granizo e acompanhados de trovoada.

Os aguaceiros, em geral fracos, deverão prolongar-se para os dias 21 (domingo) e 22 (segunda-feira).

Associado a invasão de ar polar, os aguaceiros poderão ser de neve nos picos mais altos da ilha da Madeira, em particular na madrugada do dia 21 (domingo).

Vento de sudoeste, temporariamente forte em todo o Arquipélago da Madeira. Nas regiões costeiras as rajadas poderão chegar a valores da ordem de 80 a 90 km/h e nas regiões montanhosas a
valores da ordem de 100 a 120 km/h, em particular entre o fim da tarde do dia 19 (sexta-feira) e o início da manha do dia 20 (sábado).Na costa note, ondas de noroeste com 4 a 5 m, entre 06 do dia 20 e as 12 UTC do dia 21.

Na costa sul, ondas de oeste/sudoeste com 4 a 4,5 m, entre aas 03 UTC e as 09 UTC do dia 20.O aumento da agitação marítima, em especial na costa norte, fará sentir-se a partir da manhã do dia 20, sábado, com ondas de noroeste com 4 a 5 metros.

CONTINENTE

No seguimento dos critérios de emissão estabelecidos, o Serviço Meteorológico de Espanha, AEMET, atribuiu o nome de KARIM a uma depressão que se encontrava centrada em 55°N 25°W às 12UTC de dia 19 de fevereiro.

Portugal continental será afetado durante o dia 20, sábado, pela aproximação e passagem da superfície frontal fria que está associada à depressão Karim, prevendo-se: Chuva no litoral oeste a partir do início da manhã será persistente e pontualmente forte, e que irá progredindo gradualmente para o interior a partir da tarde.

No dia 21, esperam-se aguaceiros em todo o território, que podem ser de granizo e acompanhados de trovoada, diminuindo gradualmente de frequência. A neve poderá ocorrer a partir do fim da tarde de sábado nos pontos mais altos da Serra da Estrela, descendo para a cota acima de 1000 metros a partir da madrugada.

O vento será do quadrante sul, mais intenso até meio da tarde no dia 20, com rajadas da ordem de até 80 km/h no litoral oeste, sendo até 100 km/h a norte do Rio Douro, e rajadas de 110
km/h nas terras altas.

A agitação marítima na costa ocidental também irá aumentar, já no fim do dia 19, com ondas de sudoeste com 4 a 5 metros, que deverão temporariamente atingir os 5 a 6
metros a norte da foz do rio Douro até ao meio da tarde de sábado, mantendo-se superiores a 4 metros ainda no dia 21.

Fonte: IPMA

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
109InscritosInscrever