Goucha arrasa jovem que disse que as crianças se metem a jeito para serem violadas pelos padres

Goucha arrasa jovem que disse que as crianças se metem a jeito para serem violadas pelos padres, através de um vídeo nas redes sociais.

Goucha arrasa jovem que disse que as crianças se metem a jeito para serem violadas pelos padres

Durante a “Jornada Mundial da Juventude”, um comentário feito por um jovem em entrevista à SIC Notícias que causou bastante polémica, porque o rapaz afirmou que as crianças se metem a jeito para serem violadas pelos padres.

Isto no seguimento da polémica dos abusos sexuais na igreja.

Goucha comentou o assunto nas redes sociais.

Ouvir um jovem em plena Jornada Mundial da Juventude, e não importa o local, quando interpelado por uma jornalista da SIC e a propósito dos abusos sexuais no seio da Igreja, aliás uma das páginas mais negras da história da Igreja Católica, ouvir um jovem dizer que as crianças muitas vezes é que se metem a jeito para serem abusadas é algo que me me deixa muito perturbado e me causa verdadeiro nojo“, disse Goucha.

As crianças metem-se a jeito? Então as crianças é que se metem debaixo dos padres para serem tocadas, apalpadas, abusadas, violentadas. Então a culpa é das crianças e não dos abusadores, neste caso, padres? Mas nós sabemos que os abusos sexuais de menores ocorrem minoritariamente no seio da família ou nas proximidades da família. Portanto, as crianças é que são as culpadas e não pais, tios, avós, vizinhos, amigos da família?”, acrescentou.

A culpa, o ônus da culpa recai sobre as vítimas? As crianças metem-se a jeito? Estamos a falar de crianças que na maior parte das vezes nem sabem o que é sexualidade. Por isso eu acho que é importante falar-se de sexualidade no seio da família. Por isso eu acho também, adaptando claro a linguagem à idade da criança, por isso eu acho também que a sexualidade tem que ser abordada nas escolas, como medida de prevenção para que cedo as crianças percebam o que é certo, o que é errado e se possam defender das armadilhas, dos perigos que se escondem, que estão à espreita, muitas vezes em sítios que nós achávamos que seriam sítios seguros, como é, como deveria ser a família”, continuou.

As crianças, quando abusadas, quando violentadas, sentir-se-ão perdidas, confusas, sentir-se-ão enojadas, revoltadas, vão calar o sofrimento durante anos, como aliás nós sabemos, por relatos que só agora conhecemos, passam a viver num mundo mais de morte do que de vida”, destacou.

As crianças metem-se a jeito? Mesmo que seja uma criança mais velha, já sabedora, mesmo que ela se insinua perante um adulto, cabe ao adulto, e não à criança, cabe ao adulto castigar os possíveis impulsos que tenha, porque são impulsos criminosos, porque está perante o menor”, referiu.

Eu também me pergunto, o que é que levou um jovem a pensar desta maneira? Que estará por detrás deste pensamento tão absurdo? E que adulto virá a ser este jovem? Também é perturbador pensar que este jovem não é único, haverá muitos outros jovens a pensar de igual forma. Que adultos virão a ser estes jovens? Alguns, possivelmente, abusadores. Possivelmente serão homens que quando veem uma mulher de mini saia vão dizer “está mesmo a pedi-las”. Eu disse “homens?” Não. Jovens a pensar desta maneira, a continuarem a pensar desta maneira, nunca serão homens. Não passarão de homúnculos. E cuidado com eles”, rematou.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

31,779FãsCurtir
12,747SeguidoresSeguir
438SeguidoresSeguir
277InscritosInscrever