Sábado, Setembro 25, 2021

IRA anuncia vitória em tribunal contra a TVI

IRA anuncia vitória em tribunal contra a TVI

IRA anuncia vitória em tribunal contra a TVI, depois de uma reportagem da estação em que acusava o IRA de ameaças à integridade física.

A organização Intervenção e Resgate Animal (IRA) foi acusada, numa reportagem da TVI, de ameaças à integridade física, perseguição e roubo de animais.

A orgnização decidiu avançar para tribunal, após sentir-se manchada na reportagem da autoria de Ana Leal e André Ramos, na TVI, há cerca de dois anos.

Segundo uma publicação efetuada na página de Instagram do IRA, Teresa Bento e Ivan “desistiram da queixa-crime contra o IRA, afirmando que foram manipulados pela TVI e pela Paula Neto para colaborarem numa reportagem tendenciosa e difamadora de forma a denegrirem” a instituição.

Nesta publicação, nas redes sociais, destaca-se a reacção de Rodrigo Guedes de Carvalho, jornalista e pivô da SIC, deixando um emoji referente a um aplauso.

Deixamos o comunicado IRA:

“9 de junho de 2021. Decorem esta data. Para os anti IRA, hoje era um dia muito esperado. Mas também o era para nós. A possibilidade de defender o bom nome, em tribunal, da nossa instituição pelas acusações gravíssimas a ele imputadas:

– Ameaças à integridade física com armas de fogo.
– Perseguição.
– Roubo de animais.

Tudo isto foram temas na reportagem da TVI e muitos outros órgãos de comunicação social (jornais, revistas, formato digital).

Durante mais de uma semana inteira, o nome do IRA foi atirado aos leões. Hoje, 9 de junho, decorreu finalmente o JULGAMENTO no tribunal de Loures que visava o IRA como arguido, sendo os ofendidos a Teresa Bento e Ivan Lopes, pelos crimes acima descritos de que éramos acusados.

E hoje ficou NOVAMENTE garantido a integridade e o bom nome da nossa instituição.

A Teresa Bento e o Ivan desistiram da queixa-crime contra o IRA, afirmando que foram manipulados pela TVI e pela Paula Neto para colaborarem numa reportagem tendenciosa e difamadora de forma a denegrirem a nossa imagem e o nosso trabalho.

Hoje, no tribunal de Loures, ficou provado e esclarecido o verdadeiro propósito de algumas pessoas (na causa animal) e entidades, contra algo ou alguém que tenha VERDADEIROS VALORES MORAIS e que ACTUEM EM CONFORMIDADE E DE FORMA CÉLERE para garantir os direitos dos animais.

O NOSSO NOME E DA NOSSA FALECIDA KIRA CONTINUA LIMPO.

Agora segue-se o julgamento onde os arguidos são os jornalistas Ana Leal e André Ramos, a “pseudo-defensora dos animais” e ex-presidente do GIRA – Paula Neto e a “vítima” do IRA (manipulada e pressionada pelos jornalistas e Paula Neto) Teresa Bento. A JUSTIÇA PREVALECEU. Partilhem. IRA.”

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
109InscritosInscrever