Sexta-feira, Setembro 17, 2021

Jornalista da RTP internado e operado devido a pedra no rim

Jornalista da RTP internado e operado devido a pedra no rim

O jornalista Luís Pereira de Sousa encontra-se internado no Hospital CUF Cascais, devido a pedra no rim e já operado por três vezes.

À TV 7 Dias, disse: “Eu estava aparentemente bem mas, depois, comecei a andar mal-disposto, cansado, enervado, com o estômago a inchar… Como aquilo continuava, acabei por ir ao hospital. Os médicos disseram-me que eu tinha uma pedra no rim e que tinha de fazer um tratamento para, depois, a tirar”.

Passado uma semana, voltou ao hospital: “O médico disse-me que ia operar-me. Estive em preparação um dia e fui operado. Quando acordei, disseram-me que a pedra não estava no sítio em que previam, que não tinham conseguido tirá-la e que iam usar outro procedimento, indo diretamente ao rim”, referiu.

Como “teria de fazer uma nova operação”, Luís Pereira de Sousa voltou para o quarto do hospital e esteve a ser tratado “para evitar inflamações”. Foi, depois, submetido à segunda cirurgia.

Quanto acordei, o mesmo médico disse-me que a técnica que usaram não podia ser usada neste caso, porque a pedra estava numa curva, e que, por isso, não estavam habilitados para fazer o que se deve fazer num caso destes”, contou.

Esse procedimento tinha de ser feito no Hospital São José, em Lisboa, tendo sido para lá transportado: “Fui operado à meia-noite. Já na manhã do dia seguinte, quando acordei, disseram-me que estava tudo bem e que não havia nada de perigoso, exceto que não puderam lá ir assim sem mais nem menos. Tinham de usar os tais processos que os outros não tinham e que eles não quiseram utilizar. Quiseram utilizar o mesmo processo, o tradicional”, explicou.

Assumindo que ficou “um bocado debilitado”, até porque “três operações em tão poucos dias deitam qualquer um muito abaixo” – mais ainda alguém com 81 anos, como é o seu caso -, o apresentador voltou para casa, com a certeza, contudo, de que teria de voltar ao hospital “para combinar o que se vai fazer”.

Provavelmente”, terá de ser alvo de uma quarta intervenção cirúrgica. “Não estou com grandes problemas, graças a Deus”, relativiza, não escondendo, todavia, o medo sentido. “Claro que sim. Nunca se sabe o que pode acontecer… Nestas coisas, pode acontecer algum imprevisto. Vamos lá ver… Que seja o que Deus quiser”, contou.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
109InscritosInscrever