Sábado, Setembro 25, 2021

Lei da rolha imposta no Chega, mas André Ventura justifica decisão

O presidente do Chega, André Ventura, assinou uma diretiva que prevê suspensão para “qualquer militante ou dirigente, nacional, distrital ou local, que publicamente, em espaços de imprensa ou redes sociais, de qualquer tipo, denegrir os órgãos do partido, distritais ou nacionais, ou lançar qualquer tipo de consideração sobre os mesmos, mesmo que em defesa própria ou de terceiros“.

É hoje evidente que o descontrolo e a guerrilha interna nas redes sociais se tornou num novo normal dentro do partido e isso é inadmissível“, justificou André Ventura em declarações à Sábado.

É tempo de os militantes e Dirigentes do Chega perceberem que a luta faz se aos adversários políticos, que a nossa luta é pelo bem estar dos portugueses e não a alimentar guerrilhas internas estúpidas e muitas vezes pessoalizadas“, acrescentou.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
109InscritosInscrever