Marante recorda tareia do pai: “Chega a casa, tira o cinto… Até adormeci”

Marante recorda tareia do pai: “Chega a casa, tira o cinto… Até adormeci”, em entrevista a Daniel Oliveira, no Alta Definição, da SIC.

Marante recorda tareia do pai: "Chega a casa, tira o cinto… Até adormeci"

Marante esteve à conversa com Daniel Oliveira no programa ‘Alta Definição’,

Marante recordou os duros castigos que recebeu do pai devido aos seus maus comportamentos.

Devia ter seis anos. Foi um dia que nem imaginava que o meu pai fosse a casa. Estava no último ramo da oliveira e por baixo era um género de pedreira, se eu caísse morria, não havia hipótese”, disse.

Chega a casa, tira o cinto… Até adormeci. Foi um castigo bem dado. Foi, porque não devia ter feito aquilo. Às vezes há castigos que faz com que aprendamos mais não só com as ações, mas também com a própria vida”, acrescentou, sobre o que aconteceu quando o pai chegou a casa.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

28,671FãsCurtir
12,948SeguidoresSeguir
301SeguidoresSeguir
181InscritosInscrever