Marcos Bastinhas: 15 anos de algo diferente

Marcos Bastinhas: 15 anos de algo diferente. Artigo de opinião por Rui Lavrador.

Este ano, 2023, Marcos Bastinhas celebra o seu 15º aniversário de alternativa, enquanto cavaleiro tauromáquico.

O meu gosto pela dinastia Bastinhas começou por influência do meu avô materno, que era fã (naquela altura não se mencionava esta palavra, mas sim ‘admirador’) de Joaquim Bastinhas. O meu avô foi sempre o meu ídolo e como tal eu comecei a acompanhar com mais atenção quem era o cavaleiro que deixava o meu avô feliz, sempre que toureava.

Mais tarde, já sem o meu avô que, entretanto, falecera, surge o meu gosto, sem influência de alguém, pelo que Marcos Bastinhas apresentava (apresenta agora de forma mais requintada e polida) nas arenas em que actuava.

Isto serve como mero enquadramento do que vos escreverei a seguir. Não é sobre mim este artigo de opinião.

Marcos Bastinhas celebra 15 anos de alternativa na fase mais madura do seu percurso até agora.

Tem uma extraordinária quadra de cavalos, uma equipa acoplada a si e que o entende, e a nível pessoal foi obrigado a fazer das fraquezas as suas maiores forças. Primeiro com a perda do seu pai, mais recentemente com a perda do seu avô materno (Joaquim Bastinhas e Rui Nabeiro, respectivamente). E por vezes esquecemos que detrás do artista está o ser humano.

A família é o porto seguro de Marcos e claro que com estas perdas, ele abanou. Mas não caiu. Pelo contrário, superou-se.

Actualmente consegue mesclar um toureio mais técnico, com outro mais entusiasta, conseguindo assim ter uma vasta argumentação para diferentes tauródromos e distintos públicos.

É um toureiro diferente, obviamente. Pela forma como está em praça e por conseguir dinamizar aquilo que apresenta em praça também para fora dela.

Hoje é quem mais agrada ao público jovem, tendo ainda nos seus admiradores os mais antigos, com claro destaque para aqueles que viram o seu pai actuar.

Marcos Bastinhas não é, e convém acabar com esta narrativa que apenas interessa a alguns, um Joaquim Bastinhas 2.0.

Obviamente que tem influências da vertente artística e humana do seu pai, mas a isso soube juntar a sua personalidade e a sua identidade e actualmente Marcos é somente ele próprio. Para o bem e para o mal. Para as críticas e para os elogios.

No ano em que celebra os 15 anos de alternativa, é bom que se comece a valorizá-lo em todas as suas facetas. Isto, jamais, significa que não deva ser criticado e que não lhe seja exigido o triunfo. A ele e a qualquer artista. O que não se pode fazer é banalizar os seus triunfos com a narrativa do “esteve alegre e mexeu com o público”.

É que convenhamos, ninguém se lembraria de ir actuar e passar toda uma actuação a transformar o seu rosto em rios de lágrimas.

Tem raça, carisma e muito toureio dentro dele e que sabe como o expor, nem sempre o entendo confesso. Mas está num momento em que sabe apresentar qualidade, rigor e elevação nas suas actuações.

Tem nos seus ombros o peso da importância e da história da sua família. E tem dignificado isso. Mas Marcos tem construído a sua própria história, em paralelo com o passado que respeita dia após dia.

Que saibamos aproveitar o tempo em que podemos fazer parte da sua história. A história de alguém que transformou as suas dores em alegria nos outros.

As pessoas são felizes ao vê-lo actuar. E neste mundo que teima em massacrar-nos com tristezas diárias, que valorizemos aqueles que através da arte nos fazem bem.

‘Bastinhas é diferente’ e tem sido coerente nessa diferença. Que os 15 anos sejam apenas um marco naquilo que se augura de uma longa e triunfal carreira. E ele triunfará esteja em que área estiver. Ganhou essa liberdade, dada pela vida. A mesma vida que já o fez passar pelo pior.

Alternativa:
10 de Julho de 2008
Praça de Touros do Campo Pequeno
Padrinho: Joaquim Bastinhas
Testemunhas: Paulo Caetano e João Moura Caetano
Lidou o touro ‘Culebrón’ da ganadaria de Maria Guiomar Cortes de Moura

Siga-nos no Google News

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

31,791FãsCurtir
12,711SeguidoresSeguir
438SeguidoresSeguir
283InscritosInscrever