Sexta-feira, Setembro 17, 2021

O Amor Acontece: Mais 4 casais héteros em busca do par perfeito

O Amor Acontece: Mais 4 casais héteros em busca do par perfeito

Ontem, entraram 4 novos casais em O Amor Acontece, na TVI.

Mais uma vez, todos os casais são héteros.

Os casais são os seguintes:

Pedro Fernandes e Jéssica Cipriano

O Pedro é soldador e vem de Bayonne, no sul de França, para conhecer a mais bonita e sorridente mulher do mundo, em Portugal claro. Tem 26 anos, mas tem aspecto e sorriso de “miúdo crescido”. Usa argolas nas orelhas e cabelo oxigenado, garante que o cabelo está assim porque perdeu uma aposta contra os amigos… mas o resto, é de origem. É simples, desbocado e verdadeiro, sem medo de nada nem de ninguém, só da mãe dele, ressalva a brincar. Inscreveu-se n’ «O Amor Acontece», porque acredita que vai encontrar alguém com excelente coração e vontade de formar uma família.

A Jéssica tem 27 anos, vive em Albufeira e é gestora e promotora de redes sociais. É uma mulher responsável, cautelosa e muito independente. Assume que pensa demasiado antes de cada decisão e está habituada a fazer tudo “à sua maneira”. Vive sozinha desde os 18 anos e sempre foi temperamental e “de extremos” – ou ama ou odeia. Procura um homem em boa forma física e com objetivos de vida, mas que também tenha a leveza e boa disposição para a conquistar.

João Dias e Catarina Beiramar

O João é de Sintra, tem 28 anos e faz trabalhos como ator e modelo. É simpático, falador e brincalhão. O seu lado mais tramado, revela-se quando está com sono, aí “saiam-lhe da frente” porque ele fica impaciente e rabugento. É convicto dos seus valores e das suas opiniões, assume que não dá o braço a torcer com facilidade. É muito ligado à mãe e tem vontade de conhecer alguém que possa apresentar-lhe. Quer encontrar uma “princesa de cabelo longo com espírito radical”, carinhosa, compreensiva, destemida e bonita.

A Catarina tem 30 anos e vive no Porto com o filho de 6 anos. É técnica de informática, baby-sitter em part time e ainda faz entregas de Uber ao fim de semana. Não tem medo de trabalhar, mas sobra-lhe pouco tempo para conhecer pessoas novas. Adora motas, gosta de cozinhar, ir ao cinema e ler romances. Não pratica desporto porque não tem tempo, mas também acha que não precisa. As amigas andam doidas para lhe arranjar um namorado, mas ainda não conheceu o tal. Já sofreu algumas desilusões e, agora, só um homem meigo, atento e trabalhador conseguirá chegar ao seu coração.

Luís Sousa e Isabel Moreira

O Luis está com 66 anos, é de Lisboa e trabalha no ramo da construção civil. É um “homem dos mil ofícios”, enérgico e muito confiante em si e nas suas capacidades. Tem formação de massagista e garante ter “mãos de ouro”. Pratica caça submarina, faz ciclismo e corrida regularmente. Já passou por dois casamentos, mas vive sozinho há 19 anos e garante que não é por falta de pretendentes. Ele é que se desenrasca bem nas tarefas domésticas e é muito zeloso da sua limpeza e organização. Até agora, ainda não conheceu uma companheira que não faça bagunça e com quem lhe apeteça partilhar o espaço. Será que é desta?

A Isabel tem 59 anos, conservados em boa disposição. Vive em Sintra e trabalha como cuidadora de idosos. É pequenita, dinâmica, adora dançar e, antes da pandemia, até frequentava discotecas de música rock e festas com ritmos latinos. Foi a neta quem a inscreveu e ela aproveitou o embalo e está desejosa de encontrar um bom par. A sua personalidade espevitada tem atraído homens mais novos, mas está preparada para alguém maduro, tem é que ter muito andamento.

Diogo Airosa e Flora Costa

O Diogo vem de Braga, é um jovem atlético, com boa pinta e barba aparada. Apesar dos seus 25 anos, é muito ambicioso e empenhado. Trabalha numa loja de roupas e é viciado em redes sociais, conta com mais de 6 mil seguidores. Está solteiro desde o final de 2020 e procura uma mulher extrovertida e “boa onda” como ele. Assume que pode dar-lhe alguma dor de cabeça, porque é desorganizado, desarrumado e desbocado, os seus “três D’s fatais”, mas promete compensar com a sua boa vibe.

A Flora tem 20 anos, é modelo e sonha ser capa de revista e reconhecida internacionalmente. É alta, vistosa e vaidosa, funde os traços portugueses do pai com as raízes angolanas da mãe. Voou diretamente da Terceira para participar n’«O Amor Acontece». Tem a certeza que não é nos Açores que vai encontrar a sua cara-metade, porque precisa de um homem pouco ciumento e moderno. Ela adora sair à noite, tirar fotografias e divertir-se. Para estar ao seu lado, tem de ser um homem giro, com bom físico e sorriso top.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
109InscritosInscrever