Opinião: “Cristina Ferreira é a personalidade do ano e não merece tanto julgamento e ódio”

Opinião: “Cristina Ferreira é a personalidade do ano e não merece tanto julgamento e ódio”, como aqueles que tem recebido nos últimos anos.

Opinião: "Cristina Ferreira é a personalidade do ano e não merece tanto julgamento e ódio"

São 20 anos de carreira televisiva, um percurso impar e um carisma único. Tudo isto seriam motivos para celebrarmos Cristina Ferreira em Portugal.

Ao invés, com destaque para os dois últimos anos, maioria do povo português e comentadores andam à caça do mínimo erro para a criticar.

Será que incomoda que Cristina Ferreira, ao lado de Goucha, tenha revolucionado as manhãs dos canais generalistas e dado importância a um horário que até então era desprezado?

Será que incomoda que uma mulher natural da zona saloia do país tenha conseguido olhar e passar ‘para lá da serra’ e conquistado o que muitos apenas conseguem sonhar?

Será que não ser conformista e abdicar do conforto do elogio, para arriscar em fazer coisas novas, é crime?

‘Ah e tal, mas ela é arrogante e está sempre a gabar-se’ é uma das críticas mais frequentes. Alguém que provou ser muito boa no que faz, deve dizer de si própria que é má? Apostar numa falsa humildade para agradar aos pobrezinhos que se contentam com o fracasso?

Para que conste, apenas me cruzei profissionalmente 3 ou 4 vezes com Cristina Ferreira e poucas palavras trocámos, a última foi até via web, em conferência de imprensa, aquando da estreia ‘Cristina ComVida’.

Isto para referir que nada me liga a Cristina Ferreira, nem tenho a necessidade de “dar graxa” (algo que quem elogia CF é logo acusado).

Os últimos anos foram mais difíceis para a comunicadora e para gáudio de alguns, existiram “fracassos” (o que é um fracasso?), saindo várias notícias sobre a queda de popularidade de Cristina Ferreira.

Mas então analisemos apenas e só o ano de 2022.

Conduziu quatro edições do “Big Brother”, cumpriu o sonho de entrevistar Sarah Ferguson, realizou um evento em que revelou segredos e partilhou as suas lutas e conquistas (Cristina Talks, que terá segunda edição a 14 de Janeiro na Altice Arena), conheceu a região de Puglia, em Itália, ou a cidade de Chicago, nos EUA.

Foi a festivais de verão, e mostrou a sua forma física como nunca o tinha feito.

Além de tudo o que está acima descrito, foi também homenageada pela Câmara Municipal de Mafra, que atribuiu o seu nome a um anfiteatro  na Malveira, a sua terra natal.

Não sei o que Cristina Ferreira fará em 2023. Mas alguém que já conquistou o que ela conseguiu, nunca poderá ser considerado um fracasso ou ser alvo de ódio.

Pode ser analisada e criticada, mas não se pode deixar de elogiar um percurso absolutamente admirável.

Alguém que continua a arriscar, por mais criticada que seja.

Parabéns, Cristina Ferreira!

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

30,010FãsCurtir
12,945SeguidoresSeguir
337SeguidoresSeguir
214InscritosInscrever