Segunda-feira, Maio 10, 2021

Passo a passo: Como regular um automóvel

Ter um automóvel vai muito além de apenas dirigi-lo e utilizá-lo como meio de transporte ou objeto de diversão. Manter um veículo implica também em uma boa manutenção e na escolha adequada de peças e acessórios, pois os mesmos fazem a diferença e podem garantir que o carro seja usado por mais tempo.


A manutenção dos automóveis engloba questões de diversos tipos, que vão desde o uso de tapetes auto adequados, ou seja, tapetes destinados a proteção do piso do carro, até à regulamentação dos faróis, a qual iremos explicar em detalhes mais adiante.

Utilizar um automóvel é mais do que somente dirigi-lo

Muitos motoristas acreditam que possuir um automóvel e saber conduzi-lo depende apenas da compreensão das leis e normas de trânsito, e da aprovação nas provas prática e teórica. No entanto, a realidade é muito diferente, pois nas estradas ocorrem inúmeros incidentes que afetam o comportamento do veículo e do próprio motorista.

A título de exemplo, quantos motoristas sabem colocar correntes nos pneus de seus veículos? Isso não se trata somente de saber posicioná-las, mas também de tê-las facilmente à mão quando for necessário. Na Espanha, a tempestade Filomena afetou gravemente o país, principalmente a região central da península, fazendo com que dezenas de milhares de carros ficassem presos nas estradas pela intensidade da neve.

Muitos desses automóveis não possuíam correntes ou pneus de inverno para poderem circular com segurança. Outro fato interessante, que demonstra a importância de manter o carro em perfeitas condições, é que assim ele pode ser colocado na garagem, para evitar danos causados por questões meteorológicas.

Utilizando novamente a Espanha como exemplo, também devido à tempestade Filomena, milhares de veículos continuavam presos na neve uma semana após as nevascas. Sendo assim, nem todas as pessoas têm a chance de guardar seus automóveis em uma garagem, mas também existem alternativas úteis, como as tampas para veículos que servem para proteger do gelo.

A manutenção não deve ser vista como despesa e sim como um investimento em segurança

Um dos aspectos que mais incomodam muitos motoristas é ter que passar por inspeções de manutenção anuais pelas autoridades oficiais e, além disso, ter que fazer inspeções técnicas a partir de um determinado período de tempo após a compra de um automóvel.

Em Portugal, passados oito anos desde a compra de um novo carro, essa fiscalização passa a ser anual, mas além dessa fiscalização, também são necessárias revisões a cada vez que o carro alcança um número específico de quilômetros percorridos, entre 10.000 a 15.000, normalmente.

Tudo isso se reflete em custos mais elevados com manutenção, mas é um erro considerar esses itens como uma despesa, pois na realidade eles são um investimento capaz de permitir que você aproveite o seu carro com garantias de segurança para circular livremente.

Todavia, muitas vezes os veículos não são pensados como um bem que precisa de manutenção, e sim como um elemento decorativo, como um quadro. Porém, a realidade é totalmente diferente, e ao mesmo tempo em que se somam quilômetros, tempo e desgaste ao carro, medidas precisam ser tomadas para garantir o seu pleno funcionamento já que o mesmo não deixa de ser uma máquina.

E quanto aos faróis?

Chegamos a outro ponto bem importante, os faróis, que são as luzes do carro e um elemento básico de segurança. No caso dos faróis frontais, que são utilizados para ver a estrada, o alinhamento correto garante mais eficiência.

As luzes traseiras, por sua vez, não são usadas para ver e sim para serem vistas, e por isso não é necessário prestar muita atenção com o seu alinhamento. Já com os frontais, é preciso ter mais cautela pois é bem possível que eles percam o ajuste com o passar do tempo.

A correção da posição deles é o que permite uma melhor visibilidade da estrada, tendo em vista que seu principal objetivo é iluminar o que está a frente do veículo. Se os faróis estiverem muito baixos, por exemplo, essa iluminação acaba sendo insuficiente. Por outro lado, se estiverem muito altos, podem atrapalhar a visão dos outros motoristas, o que aumento o risco dos acidentes.

Essa correção pode ser feita com produtos sustentáveis e que respeitam o meio ambiente, como as lâmpadas led para carro. A grande vantagem desse item é que sua vida útil é bastante alta, ao mesmo tempo em que possui uma grande potência de iluminação sem gerar quase nenhum consumo.

No geral, o desalinhamento dos faróis é um problema muito comum que ocorre devido a erros no momento da troca dos faróis, impactos sentidos pela carroceria ou situações de sobrecargas, especialmente na área frontal do veículo. Estamos citando essa questão porque isso é algo que não recebe a devida importância, mas que afeta segurança dos automóveis nas estradas.

Sendo assim, a manutenção do veículo é capaz não apenas de prolongar a sua vida útil, como também de proporcionar uma condução mais segura e com riscos inferiores de acidentes.

Avatar
Redacçãohttp://www.infocul.pt
Redacção oficial do site infocul.pt

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,963FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
87InscritosInscrever