Terça-feira, Abril 13, 2021

‘Pégate a mi’ é o primeiro single do álbum de estreia de Nininho Vaz Maia

Nininho Vaz Maia, o artista português de etnia cigana que conquistou o País com o lançamento de canções de originais através do YouTube em 2019, alcançando em tempo recorde milhões de visualizações orgânicas, acaba de revelar o primeiro single do álbum de estreia que será apresentado ainda durante este ano. “Pégate a mi” é a interpretação em espanhol de “Cola-te a mim”, o primeiro tema que o artista arriscou a disponibilizar na Internet e que rapidamente conquistou uma legião de fãs. O videoclipe do single já se encontra disponível no YouTube oficial do artista e chega a todas as plataformas digitais já amanhã, sexta-feira, 09 de abril.

“Esta canção é um cover do primeiro tema que lancei com o meu projeto anterior e que acabou por ser muito bem recebida e uma das preferidas do público. Já a tinha escrito há anos e foi sem planear que a revelei ao mundo. Agora chegou o momento de a produzir em estúdio. Sempre quis fazer uma versão em espanhol com esta música, já que tenho um grande número de fãs que me seguem desde Espanha e dar início a este novo projeto, um álbum de originais, com a positividade que esta canção me transmite é sem dúvida uma certeza e acima de tudo uma decisão tomada com muito carinho. Quanto ao videoclipe, quis que fosse algo muito simples, no qual mostro a minha equipa, o estúdio onde trabalho e a boa energia e naturalidade que estão por trás de todas as minhas músicas”, explica Nininho Vaz Maia.

A mescla explosiva entre o flamenco e o pop de Nininho Vaz Maia, ora cantada em português ora em espanhol, deu provas da sua qualidade e o artista já soma um acumulado superior a 25 milhões de visualizações no YouTube e outros tantos milhões nas plataformas de streaming. Um verdadeiro caso de sucesso que finalmente dá palco em território luso ao género musical declarado em novembro de 2010 Património Cultural Imaterial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.

Nininho tem como objetivo elevar a cultura cigana e representá-la com orgulho. O flamenco, um estilo musical durante séculos perseguido pelos conflitos de vários povos, é hoje um género respeitado graças a nomes como Paco de Lucia, Camarón de La Isla, Niña Pastori e até jovens artistas como Rosalía, que têm vindo a combater o preconceito e a mostrar o verdadeiro valor do flamenco. Em “Soy Gitano”, uma das canções apresentadas ao público ainda na primeira fase da sua carreira, o artista deixa bem claro na letra o forte orgulho pelas suas origens.

Depois de vários temas de sucesso, revelados apenas via YouTube, a somarem muitos milhões de visualizações — como “Quiero Bailar”, “Soy Gitano”, “Não Sou Perfeito” ou “Saudade” — Nininho viu as suas canções serem abraçadas por telenovelas populares, como é o caso da personagem Rony, da novela “A Herdeira”, da TVI, ilustrada com um dos seus maiores êxitos e inspirada na sua própria figura, ou “Amar Demais” que integrou igualmente uma novela deste canal.

Nininho Vaz Maia surpreendeu tudo e todos em fevereiro de 2020 quando lançou “El Tiempo” o tema que contou com a participação especial de Prodígio, numa fusão única, intensa e absorvente entre o flamenco e o rap. Agora é tempo de se preparar para uma das mais bonitas fases da sua carreira, a apresentação do seu disco de estreia, que junta temas originais em português e espanhol, produzido durante o mais difícil ano para a cultura mundial, que, no entanto, promete transmitir uma mensagem de paz, energia e amor.

MÚSICA
Composição: Rodrigo Silvério do Carmo (Stego) / Avelino Abel Vaz Maia (Nininho) / Gilberto Maia (Popinho)
Letra: Avelino Abel Vaz Maia (Nininho)
Produção: Rodrigo Silvério do Carmo (Stego)
Mix & Master: Juvandes
Interpretação: Nininho Vaz Maia – Voz / Rodrigo Silvério do Carmo (Stego) – Baixo / Gilberto Maia (Popinho) – Guitarra / Jaume Pradas – Percussão

VÍDEO
Realização, produção e edição: Black Rose
Styling: Triana Marin
Makeup: Triana Marin
Hairstyling: Gonçalo Cardoso

Avatar
Redacçãohttp://www.infocul.pt
Redacção oficial do site infocul.pt

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,992FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
84InscritosInscrever