Sábado, Fevereiro 27, 2021

Portugueses adiam fim do relacionamento por problemas financeiros

Com a aproximação do Dia dos Namorados, a Intrum apresenta nos resultados do seu estudo European Consumer Payment Report, que 22% dos homens inquiridos concorda que as questões financeiras se manifestam como uma fonte de tensão entre os casais e há alguma dificuldade em falar abertamente sobre finanças com o seu par. Mais 2% relativamente à opinião das mulheres inquiridas. Em 2019, os valores situavam-se nos 17% e 15% respetivamente, o que demonstra que o problema ganhou uma maior dimensão no último ano.

É de salientar que a faixa etária dos 22 aos 37 anos é a que sente mais dificuldade em falar abertamente sobre questões financeiras com o seu par.

O estudo da Intrum conclui ainda que, em Portugal, 19% das mulheres e 20% dos homens inquiridos considera que a situação financeira tem sido um fator para não terminar um relacionamento romântico. Estes valores são superiores à média europeia, que se situa nos 14% e 16% respetivamente. Em 2019, as percentagens eram de 15% e 16%, verificando-se assim uma subida em 2020 em comparação com o período homólogo.

De acordo com a Intrum, os jovens dos 18 aos 21 anos são os que mais prolongam os seus relacionamentos românticos devido à sua situação financeira.

Para além disso, em Portugal, 21% dos homens e 20% das mulheres considera que o único momento em que existe um motivo de discussão na relação é quando se fala em dinheiro. A Intrum demonstra ainda que 24% dos homens portugueses e 20% das mulheres considera que o seu parceiro tem pouco conhecimento sobre assuntos financeiros e que, consequentemente, esse desconhecimento leva a tomar decisões que prejudicam a economia doméstica. Em Espanha, são os homens (27%) que mais se manifestam relativamente a este problema.

Para Luís Salvaterra, Diretor-Geral da Intrum “a situação financeira pode ter uma influência decisiva no modo como se conduzem as relações pessoais, nomeadamente, quando há dificuldades financeiras. De acordo com o Estudo da Intrum, em Portugal, 42% dos homens e 36% das mulheres inquiridas considera que seria positivo para a sua relação se ambos gerissem melhor as suas contas e poupanças. É um tema cada vez abordado e que preocupa cada vez mais os casais portugueses’’.

Avatar
Redacçãohttp://www.infocul.pt
Redacção oficial do site infocul.pt

Artigos Relacionados

Cartéis revelados para a temporada tauromáquica 2021 em Sevilha

Já são conhecidos os cartéis da temporada tauromáquica 2021, na Real Maestranza Caballería de Sevilha. Toiros de Victoriano del Río para Morante de la Puebla, Andrés Roca...

Goucha repreendeu marido em directo após uso do termo “gajo”

Rui Oliveira, companheiro de Goucha, é presença regular todas as sexta-feiras no programa 'Goucha' na TVI. Ontem, como habitualmente, marcou presença e por entre as...

COVID-19: 33 mortos e 1071 novos casos confirmados nas últimas 24 horas

O número de mortes por COVID-19 aumentou para 16276 (+33). Segundo a DGS, há 803844 (+1071) casos confirmados. Há 717313 (+2820) casos recuperados. Há 70255 casos...

Siga-nos nas redes sociais

23,963FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
65InscritosInscrever