Reportagem: Benfica e Sporting empatam 2-2 na Luz

Reportagem: Benfica e Sporting empatam 2-2 na Luz, este domingo.

Reportagem: Benfica e Sporting empatam 2-2 na Luz

Texto: Rui Lavrador
Fotografias: Diogo Nora

Equipas Titulares

Benfica: Vlachodimos; Bah, António Silva, Otamendi e Grimaldo; Florentino e Enzo Fernández; João Mário, Rafa (Chiquinho, 90+3) e Aursnes (Neres, 65); Gonçalo Ramos.

Sporting: António Adán; Gonçalo Inácio, Sebastián Coates, Matheus Reis (St.Juste, 67); Pedro Porro, Manuel Ugarte, Pedro Gonçalves, Nuno Santos; Marcus Edwards (Arthur, 77), Paulinho (Chermiti, 77) e Trincão (Jovane, 88).

Suplentes

Benfica: Helton Leite, Morato, Lucas Veríssimo, João Neves, Chiquinho, Gil Dias, Neres, Draxler e Musa

Sporting: Franco Israel, St. Juste, Tanlongo, Arthur, Ricardo Esgaio, José Marsà, Jovane, Chermiti e Mateus Fernandes

Jogo grande no Estádio da Luz, entre eternos rivais. O Benfica entrou em campo com uma vantagem de 12 pontos sobre o Sporting.

Lotação esgotada e ambiente fervilhante nas bancadas e com ambas as equipas e não apresentarem surpresas nos onzes titulares.

A primeira grande oportunidade foi para o Sporting, aos 5 minutos, num livre directo de Pedro Porro, descaído sobre a direita, a que Odysseas respondeu com uma excelente defesa.

Os primeiros quinze minutos com jogo muito amarrado, o Sporting mais estável na posse de bola, frente a um Benfica com muitos passes falhados.

Aos 20 minutos, a primeira jogada perigosa do Benfica, com um excelente passe de Enzo para João Mário, que, dentro da área atirou para defesa de Adán.

Dois minutos depois foi a vez de Rafa voltar a testar os reflexos do guarda-redes leonino, após excelente jogada individual, aos 21 minutos.

Aos 27 minutos, o Sporting adiantou-se no marcador, numa jogada de carambola, com Porro a desmarcar Edwards na direita, este a cruzar para a pequena área e Trincão a desviar para a baliza, numa altura em que o Benfica crescia no jogo.

Aos 35 minutos, o Benfica reagiu e através de um livre directo, viu Grimaldo a testar os reflexos de Adán.

No minuto seguinte, veio o empate, através do golo de Gonçalo Ramos, após cruzamento de Rafa.

No momento mais frenético do jogo, António Silva fez um corte espectacular no minuto a seguir, quando Trincão isolava-se perante Odysseas.

Até ao intervalo, o marcador manteve-se, com as duas equipas muito aguerridas. Nota negativa para a discrepância disciplinar de Artur Soares Dias, poupando Ugarte ao cartão amarelo em várias situações.

A segunda parte começou com um lance polémico na Luz. Numa disputa na área, entre António Silva e Paulinho, o VAR interveio e alertou Artur Soares para uma possível falta, que este não assinalou.

Após verificar o lance, Artur Soares Dias assinalou penalti, convertido por Pedro Gonçalves.

O Benfica reagiu bem ao golo do adversário e aos 58 minutos, após cruzamento de João Mário da direita, Gonçalo Ramos cabeceou em mergulho, mas ao lado da baliza.

Aos 63 minutos, jogada simples e bem desenhada do Benfica, com Enzo a abrir em Aursnes na esquerda, este a desmarcar Grimaldo, que cruzou para Gonçalo Ramos bisar no jogo.

Roger Schmidt começou a arriscar aos 65 minutos, ao retirar Aursnes e a colocar David Neres, passando João Mário para o lado esquerdo do ataque, com o brasileiro a assumir a asa direita.

A resposta de Rúben Amorim foi retirar Matheus Reis e colocar St.Juste, com Gonçalo Inácio a passar para a esquerda do trio defensivo e St.Juste a ocupar o lado direito, com Coates a manter-se ao centro.

Uma segunda parte em que o Benfica aumentou a velocidade na circulação de bola, com o Sporting a ter mais dificuldade em responder à dinâmica encarnada.

Rúben Amorim mexeu no ataque e retirou Paulinho e Edwards, colocando Chermiti e Arthur, para colocar mais velocidade e poder de choque na frente leonina.

Jovane Cabral foi também a jogo no Sporting, com os últimos minutos a destacarem-se por dois remates fortes de João Mário, defendidos por Adán e com uma grande ocasião para Chermiti, que atirou para fora.

O derby lisboeta acabou empatado, um resultado que acaba por ajustar-se ao que aconteceu em campo, pese a segunda parte dominada pelo Benfica, em resposta a uma melhor primeira parte do Sporting.

Árbitro: Artur Soares Dias
Árbitros Assistentes: Paulo Soares e Pedro Ribeiro
4º Árbitro: Rui Costa
Vídeo Árbitro: Tiago Martins
AVAR: João Pinheiro

Assistência: 62.295 espectadores.

Disciplina: Cartão Amarelo a Otamendi (5), Rafa (41), Pedro Gonçalves (45+3), Trincão (47), Ugarte (61), St. Juste (85), Chermiti (87).

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

29,953FãsCurtir
12,945SeguidoresSeguir
329SeguidoresSeguir
213InscritosInscrever