Reportagem: ‘Excesso’ foram passado, tesão e futuro na Altice Arena

Reportagem: ‘Excesso’ foram passado, tesão e futuro na Altice Arena, na noite de ontem.

Reportagem: 'Excesso' foram passado, tesão e futuro na Altice Arena

Texto: Rui Lavrador
Fotografias: Rute Nunes e Carlos Pedroso

Apesar de apenas estarmos em Maio, o ano musical em Portugal terá uma das marcas maiores em aquilo que ocorreu ontem: Excesso na Altice Arena.

23 anos depois, a primeira boysband portuguesa voltou a reunir-se em palco para gáudio de uma multidão de público que encheu a Altice Arena, na noite de ontem – 19 de Maio, em Lisboa.

Com um palco em forma de X (símbolo da banda) e um outro em forma de ilha no meio da sala (usado no encore), uma boa produção em termos de luz e cor, porém com algumas falhas em termos daquilo que foi a parte de imagem no ecrã gigante. Percebendo-se a ideia, a verdade é que resultou inestético.

Voltando ao concerto em si, a banda não deixou créditos em mãos alheias e concebeu um espectáculo que fez jus à importância que os Excesso tiveram (têm?) na cena musical portuguesa.

Destaque para os instrumentistas que acompanharam o quinteto de vocalistas, bem como para os bailarinos que marcaram presença em alguns dos temas.

Carlos, Duck, João Portugal, Melão e Gonzo conseguiram apresentar um espectáculo digno e com uma ideia clara de que já não são os rapazes novos e esculturais que deixaram as adolescentes e mulherio em geral completamente loucas por si.

Porém, quem ontem estivesse na Altice Arena, diria que o efeito continua igual. Gritos, calores, tesão e um conhecimento pleno e total das canções ali interpretadas. Uma miscelânea explosiva que proporcionou uma noite única e em que ficou a certeza de que os Excesso podem voltar a marcar a diferença, se não apostarem na massificação de espectáculos e os prepararem estrategicamente em termos geográficos e de datas.

Um concerto, uma história e quem sabe um futuro. Os Excesso não desiludiram e inclusivamente deixaram vontade em ver mais, depois de apresentarem um tema novo no concerto de ontem.

A banda sobe a palco a 17 de Junho, na Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota, no Porto.

Alinhamento:

Intro
I Like
Não fiques mais à espera
Eu sou aquele
Quem me dera saber
Não quebres o meu coração
Só gosto de ti
És loucura
Coração de Melão (Apenas Melão)
Infinito ao luar
Dá-me o teu amor
Medley (Apenas Carlos)
Medley (Gonzo)
Até ao fim
Na pressa de ser mais
Quero-te abraçar
Medley (Apenas João Portugal)
Perdoa /This Love (Apenas Duck)
Não sei viver sem ti

Medley (Excesso actuaram em acústico, no centro da sala)
Eu sou Aquele

Siga-nos no Google News

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

31,799FãsCurtir
12,697SeguidoresSeguir
438SeguidoresSeguir
288InscritosInscrever