Sábado, Setembro 25, 2021

Saiba como Cristina Ferreira evita impostos através da sua empresa

O Correio da Manhã noticia, hoje, que a apresentadora Cristina Ferreira “pediu à SIC para fazer dois contratos, um em nome dela e outro em nome da empresa Amor Ponto, Lda. (antiga Cristina Ferreira Lda.), que detém com o pai, António Ferreira, de forma a evitar pagar tantos impostos“.

Recorda que “pouco mais de um mês depois de a apresentadora ter contestado o processo judicial interposto pela estação da Impresa, esta emitiu uma réplica em que revela que foi a antiga estrela das manhãs a pedir para receber, “por razões fiscais”, a “maior parte da remuneração [cerca de 130 mil euros por mês] através da sua empresa“.

O Correio da Manhã recorda ainda que a apresentadora comprou a participação de 2,5% da Media Capital através da DoCasal Investimentos, empresa que criou em 2018 com o pai.

Explica, o CM, que “o facto de receber o salário – que na TVI pode chegar aos 250 mil euros por mês – através de uma sociedade por quotas permite-lhe pagar apenas IRC, que recai sobre os lucros da empresa, ou seja, quanto mais despesas apresentar menos paga de impostos, sendo que as estas despesas também são dedutíveis no IVA“.

A SIC, em resposta à contestação de Cristina Ferreira, pretende uma indemnização de 20.2 milhões de euros, por quebra contratual.

Segundo o CM, a SIC “esclarece que o contrato assinado por Cristina Ferreira diz que esta só podia rescindir antes do tempo perante incumprimento da outra parte, sendo que, neste caso, o lesado (SIC) tem direito a receber o montante “equivalente ao valor do preço que seria devido até ao termo da duração do contrato, sem prejuízo do direito a indemnização pelo eventual dano excedente“.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
109InscritosInscrever