Saída de Judite de Sousa da CNN Portugal e acusações feitas deixaram as pessoas “chocadas e que se sentiram magoadas”

Saída de Judite de Sousa da CNN Portugal e acusações feitas deixaram as pessoas “chocadas e que se sentiram magoadas”, disse fonte do canal à TV Mais.

Saída de Judite de Sousa da CNN Portugal e acusações feitas deixaram as pessoas "chocadas e que se sentiram magoadas"

A polémica saída de Judite Sousa da CNN Portugal continua a dar que falar.

A jornalista tem usado as redes sociais, para dar a sua versão dos factos e ir esclarecendo os seguidores.

Quero dizer que o meu contrato de trabalho acabou mais cedo por minha e exclusiva iniciativa. Porquê? Porque entendi que quero tentar ser feliz e que para isso tinha que sair do espaço público. Foi uma decisão de vida. A vida é demasiadamente efémera para nos desgastarmos quando podemos tropeçar na morte ao virar da esquina”, escreveu.

Nas redes sociais, recordou as condições em que viajou para Ucrânia, sem seguro de trabalho e sem dinheiro e o que alcançou nos sete meses em que esteve na CNN Portugal.

A TVI lamenta muito toda esta situação que se está a passar”, disse fonte do canal à TV Mais.

Sobre a ida da jornalista à Ucrânia, a mesma fonte disse que “como em qualquer equipa, há um elemento que é o responsável pelo dinheiro e neste caso foi o operador câmara. Foi a própria que disse que preferia que fosse assim pois quando regressasse não tinha de estar a preencher papéis de despesas”.

Apesar dela ter saído da empresa com indemnização e o seu regresso poder levantar algum constrangimento, a direção bateu-se muito pelo seu retorno porque sabe o quanto ela gosta do jornalismo. Nomeadamente o Nuno Santos e o Anselmo Crespo, e quem falou com Judite na altura acreditou que ela estava bem. Aliás, entrou muito bem. Foi muito importante para o arranque da CNN e foi a própria que escolheu a equipa com quem queria trabalhar, uma equipa à sua imagem”, continuou.

A mesma fonte acusa Judite de desenvolver “uma mania de perseguição e que as pessoas estiveram sempre ao seu lado neste regresso, inclusive as que a acompanharam durante semanas após a morte do filho e ainda enquanto ele esteve no hospital. Não houve bullying nenhum e a TVI também não pode estar sempre a fazer comunicados por tudo e por nada”.

Depois de em Maio ter sido entrevistada por Goucha e ter feito as acusações de abandono da estação, tal situação caiu mal na redação do canal, havendo pessoas que “ficaram chocadas e que se sentiram magoadas”.

A direção da estação deseja que a Judite encontre paz, mas para quem se quer afastar das luzes da ribalta estar sempre a dar entrevistas ou fazer publicações nas rede sociais não é o melhor caminho”, disse a mesma fonte.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

28,669FãsCurtir
12,945SeguidoresSeguir
302SeguidoresSeguir
181InscritosInscrever