Segunda-feira, Agosto 2, 2021

Sandrina promoveu loja de material contrafeito. Acabou insultada e pede para pararem com racismo

A ex-concorrente do Big Brother, Sandrina Pratas, promoveu uma loja que, alegadamente, vende material contrafeito.

Tal acção gerou um vendaval de críticas.

Sandrina não gostou e veio pedir para pararem as críticas e falou mesmo…em racismo.

Por favor, parem de me insultar nas mensagens, que eu não gosto, eu não vou para os vossos Instagram’s chamar nomes às pessoas. Por isso, parem de me chamar nomes e nomes racistas mesmo”, disse.

Porque é assim, eu tenho a minha cultura, tenho a minha família, tenho tudo, por isso não me chamem nomes. Isso é racismo em Portugal e em todo o Mundo”, acrescentou.

Parem de me chamar nomes, parem com isso, porque eu sou uma pessoa como as outras, sou uma pessoa como vocês, trabalho, por isso parem de me insultar e chamar nomes porque eu posso por pessoas em tribunal. Eu estou a ficar exausta“, rematou.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
102InscritosInscrever