Quarta-feira, Outubro 27, 2021

Sangre Ibérico arrancam digressão 2021-2022 com homenagem a Paco de Lucía

Sangre Ibérico arrancam digressão 2021-2022 com homenagem a Paco de Lucía

Sangre Ibérico arrancam digressão 2021-2022 com homenagem a Paco de Lucía.

Os Sangre Ibérico arrancam a sua digressão 2021-2022 com um concerto em Castro Marim, no Festival de Lucía- Festival de Guitarras.

O trio composto por Paulo Maia Matilde, Alexandre Pereira e Lúcia Mourinho, actuam assim num certame de grande importância e que presta homenagem a um dos nomes maiores da música ibérica.

Nos próximos dias 08 e 09 de outubro, no Revelim de Santo António, depois deste período de silêncio e distanciamento impostos pela pandemia, ouvir-se-ão de novo as cordas das guitarras em mais uma homenagem que Castro Marim se orgulha de prestar ao mestre do flamenco, Paco de Lucía.

Como se sabe, Paco de Lucía, figura incontornável da história mundial da música flamenca, tinha em Castro Marim as suas raízes, mais concretamente em Monte Francisco, terra que viu a sua mãe (Lucia Gomes) nascer.


A associação do nome do artista Paco de Lucía à programação cultural de Castro Marim é já um marco da mesma, sendo já uma referência nacional e internacional.

Nesta senda, o Município de Castro Marim promove, durante 2 dias, “Lucía – Festival de Guitarras”, cuja génese reporta ao Festival de Lucía. O evento utiliza a visão do artista Paco de Lucía, num cruzamento de culturas e géneros com a guitarra, promovendo a arte e o território.

O evento especial guitarras 2021, no dia 08 de outubro, pelas 21h00, promove o território local e nacional com o guitarrista André Ramos, seguido pelo grupo português Sangre Ibérico, onde se aliam dinâmicas incríveis de ritmos entre o Fado, o Flamenco e ritmos latinos.
No dia 09 de outubro, pelas 21h30, o cartaz transpõe a fronteira com o artista Niño Josele e Quarteto, guitarrista de ofício, desenvolveu essa arte com os grandes mestres do flamenco, incluindo digressões com Paco de Lucía.

“Lucía – Festival de Guitarras” pretende-se, mais uma vez, um festival de música que recorde e homenageie o génio da guitarra flamenca, conforme vem sucedendo desde 2016, sem perder a sua essência, dando a conhecer sonoridades e artistas cuja inspiração é Paco de Lucía.
A entrada no recinto é livre, cumprindo-se as normas da DGS adequadas ao espaço.
O palco do Revelim de Santo António volta a receber grandes nomes da música flamenca para grande regozijo dos amantes da música.

“Lucía – Festival de Guitarras” tem enquadramento no Projeto 0193_UADITURS_II_5_E, aprovado no âmbito do Programa INTERREG V-A Espanha – Portugal 2014-2020, com uma taxa de comparticipação do FEDER a 75 %.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
114InscritosInscrever