Sábado, Setembro 25, 2021

The Gift no Campo Pequeno: Bom, mas…

The Gift no Campo Pequeno: Bom, mas...

The Gift no Campo Pequeno: Bom, mas… não inesquecível.

A Praça de Touros do Campo Pequeno recebeu, esta sexta-feira, mais um concerto integrado no ciclo Santa Casa Portugal ao Vivo. The Gift subiram ao palco para duas horas de espectáculo.

De antemão, na sala lisboeta, a banda baseou, maioritariamente, o seu alinhamento nos discos ‘Verão’ e ‘Primavera’, tendo ainda passado por outros trabalhos discográficos.

Nesse sentido, a voz de Sónia Tavares continua a transportar-nos para uma dimensão que poucas outras, vozes, conseguem.

Do alinhamento constaram temas como ‘Primavera’, ‘Fácil de Entender’, ‘Verão’, ‘Vitral’, ‘Sol’, entre outros.

Um espectáculo musicalmente bem conseguido, suportado em excelentes músicos e numa química, que continua impressionante, entre Sónia Tavares e Nuno Gonçalves.

Visualmente, The Gift continuam também a marcar a diferença, criando um ‘filme’ para cada tema.

A equipa técnica destacou-se, também, com um excelente desenho de luz e qualidade no som.

Ainda assim, a banda liderada por Sónia Tavares e Nuno Gonçalves contou com presença interessante de público, que, contudo, não esgotou a lotação permitida. Inclusive, longe de alcançar os 50% da capacidade do espaço.

Segundo Sónia Tavares, neste espectáculo, a banda não contou com um dos elementos habituais, John, por motivos ligados à pandemia COVID-19.

Por fim, a cultura está a reerguer-se mas os espectáculos continuam sem esgotar, na sua grande maioria. As máscaras e o distanciamento tornam o ambiente frio e pouco familiar. E isso, a que os artistas são alheios, retira brilho e emoção a quem assiste.

Texto: Rui Lavrador
Fotografias: João de Sousa

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
109InscritosInscrever