O Centro de Artes de Sines e o Centro Cultural Emmerico Nunes acolhem, de 14 de Julho a 14 de Outubro de 2018, a exposição “Manuel San-Payo: O Atelier Nómada”, integrada na 21.ª edição da iniciativa Verão Arte Contemporânea em Sines.

 

A exposição é inaugurada no dia 14 de Julho, às 16:00.

 

Os ateliers dos artistas dizem muito sobre eles. O atelier de Manuel San-Payo vai invadir Sines este verão e dá bem a imagem deste artista multifacetado – desenhador do quotidiano com uma obra imensa e inestimável – que tanto leva consigo o atelier para onde quer que vá, como o traz para as grandes salas e para as telas onde o real se depura e ganha expressão abstractizante.

 

Dois núcleos: os diários gráficos dos três últimos anos estarão visíveis no Centro Cultural Emmerico Nunes (com que o artista tem uma relação histórica) e uma exposição de desenho, pintura e instalação tomará os espaços do Centro de Artes de Sines.

 

A exposição tem entrada livre e pode ser visitada das 14:00 às 20:00, nos dias úteis, e das 14:30 às 20:00, aos fins de semana e feriados.

 

É uma organização conjunta da Câmara Municipal de Sines e do Centro Cultural Emmerico Nunes.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6324 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.