Reitor convida fiéis a ir ao Santuário de Fátima

Numa mensagem de vídeo, padre Carlos Cabecinhas fala do regresso das celebrações comunitárias ao Santuário e de “um tempo novo”, que deve ser vivido com segurança.

 

O reitor do Santuário de Fátima, padre Carlos Cabecinhas, partilhou, esta manhã, uma mensagem de vídeo, onde convida os peregrinos de Fátima a vir à Cova da Iria para participarem nas celebrações comunitárias, que serão retomadas a partir do próximo dia 30 de maio, em harmonia com regras de segurança já definidas.

Vivemos um tempo novo”, começa por dizer o sacerdote, numa mensagem onde apresenta o regresso das celebrações comunitárias.

Hoje, queria convidar-vos a vir ao Santuário de Fátima, estaremos à vossa espera para vos acolher com segurança… Todos vós sereis bem-vindos”, afirmou o responsável.

Seguindo as indicações da Conferência Episcopal, o Santuário de Fátima irá retomar as celebrações comunitárias no próximo sábado, 30 de maio, garantindo a participação, em segurança, do maior número de pessoas. No estrito cumprimento das regras definidas pelas autoridades de saúde, o Santuário irá concentrar na Basílica da Santíssima Trindade a maioria das Missas do programa oficial, de segunda a domingo, à exceção da Missa das 11h00 que, ao fim-de-semana será sempre celebrada no Recinto de Oração. Ao domingo, a missa das 15h00 passará a ser celebrada também no Recinto de Oração.

A transferência das principais celebrações do programa oficial para a Basílica da Santíssima Trindade – todas as missas de segunda a sexta-feira – e para o Recinto de Oração obedeceu a um critério de responsabilidade que o Santuário tem vindo a adotar, neste contexto de pandemia. Antes de serem suspensas as celebrações comunitárias com a presença de peregrinos, no passado dia 14 de março, o Santuário adotou um conjunto de medidas preventivas para evitar o contágio pela covid-19. Esta mesma preocupação está presente na escolha dos espaços onde decorrerão as celebrações a partir de agora, nesta fase de desconfinamento inicial.

Assim, as Missas das 7h30, 9h00, 11h00 (durante a semana), 15h00, 16h30 e 18h30 decorrerão na Basílica da Santíssima Trindade.

Será necessário respeitar procedimentos e observar o recomendável distanciamento físico mesmo no recinto”, alerta o responsável, lembrando o uso obrigatório de máscara nos espaços fechados.

As celebrações na Capelinha das Aparições também serão retomadas com o seguinte programa: de segunda a sexta, a Capelinha das Aparições acolherá o Terço, às 12h00; de segunda a domingo, cumpre-se a hora de reparação, entre as 14h00 e as 15h00; o Terço às 18h30, terá transmissão pelos órgãos de comunicação social. As celebrações oficiais diárias culminam com a recitação do Terço, às 21h30. Durante a semana, será celebrada a Eucaristia, às 12h30, na Capelinha das Aparições. Ao fim de semana, haverá a recitação do Terço na Capelinha das Aparições às 10h00, sendo a Missa das 16h30 transferida para a Basílica da Santíssima Trindade. Durante a vigência do horário de verão, será esta a Missa que contará com a presença de interpretes de língua gestual portuguesa. As Missas que habitualmente decorriam durante a semana na Capelinha das Aparições, em língua estrangeira – italiano, inglês e espanhol -, não serão celebradas, tal como a procissão do Santíssimo ao domingo.

O Santuário de Fátima tem vindo a retomar gradualmente a sua atividade, desde 4 de maio, com a reabertura dos espaços de atendimento, lojas e espaços litúrgicos para visita e oração. Os espaços museológicos reabriram a 19 de maio.

Ao lembrar o “largo período de tempo doloroso” que privou as pessoas de cumprir a rotina quotidiana e de participar na Eucaristia” o reitor do Santuário apelou ao sentido de responsabilidade neste regresso à normalidade.

Não pudemos celebrar a Páscoa em comunidade, não pudemos peregrinar a Fátima, nos dias 12 e 13 de maio… Fizemos estes sacrifícios em nome de um bem maior: a saúde de todos nós. (…) Agora, é tempo de, aos poucos, retomarmos a nossa vida normal, e, para os cristãos, normal é viver a sua fé em comunidade, respeitando as regras para a preservação da saúde mas em comunidade. (…) O Santuário está preparado para vos acolher mas sempre no respeito pela saúde de cada um de vós.

Para esta reabertura gradual, o Santuário de Fátima definiu estritas medidas de prevenção do contágio da Covid-19, com indicações e recomendações relativas à higienização dos espaços, higiene pessoal, etiqueta respiratória, distanciamento físico, monitorização dos sintomas e proteção individual, junto dos seus colaboradores e nos diversos espaços informativos ao peregrino de que dispõe.

Dentro dos espaços fechados é obrigatório o uso de máscara e a prévia higienização das mãos. Nestes espaços, e durante as celebrações, a máscara só deverá ser retirada no momento da comunhão que continuará a ser dada na mão. Os peregrinos deverão respeitar todas as indicações dos acolhedores, nomeadamente, nas filas para a comunhão e na ocupação dos lugares sentados, dentro dos espaços de culto e oração. As capelas da Reconciliação e da Adoração mantém os horários habituais, devendo os peregrinos observar todas as regras de distanciamento, etiqueta respiratória e higiene.

No final da mensagem hoje publicada, o reitor do Santuário convida os peregrinos a aproveitarem “este tempo como uma oportunidade para viver a fé com entusiasmo e em comunidade, à imagem dos Santos Pastorinhos“. 

A Conferência Episcopal Portuguesa determinou no dia 13 de março a “suspensão da celebração comunitária das Missas” bem como de todos os eventos comunitários. O Santuário de Fátima assegurou diariamente a transmissão em direto, através da internet, de quatro celebrações diárias, de segunda a domingo, todas celebradas à porta fechada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.