Santuário de Fátima altera programação devido a medidas do Estado de Emergência

Sessão de abertura do novo ano litúrgico e pastoral será feita on line.
Regras do Estado de Emergência no concelho de Ourém obrigam Santuário a reformular o programa celebrativo e de atividades com presença de peregrinos.

A sessão de abertura do novo ano litúrgico e pastoral, agendada para o Centro Pastoral de Paulo VI, no dia 28 de novembro, será feita apenas através dos meios de comunicação digitais do Santuário em www.fatima.pt, a partir das 17h00 desse dia, com a participação do reitor, padre Carlos Cabecinhas.

A impossibilidade de circulação entre concelhos e o recolher obrigatório, decretados para Fátima, ao abrigo do novo Decreto do Estado de Emergência, impossibilitam a presença de peregrinos neste evento. Também no sábado, os voluntários do Santuário não poderão fazer o seu compromisso anual dado que a missa das 18h30, na Basílica da Santíssima Trindade, fica cancelada. De resto, nos próximos dois fins de semana (28-29 de novembro e 5 e 6 de dezembro) bem como nos dois feriados (1 e 8 de dezembro), do programa oficial o Santuário apenas manterá as celebrações das missas de manhã: 7h30, 9h00 e 11h00, todas na Basílica da Santíssima Trindade. Mantém-se a oração do terço, na Capelinha, com transmissão pelos meios de comunicação social e digital, às 18:30 e 21:30, mas sem a participação de peregrinos. Também a missa das 11h00 terá sempre transmissão em direto pelos meios de comunicação social e digital, nomeadamente no Youtube e Facebook do Santuário, TV e Rádio Canção Nova, Sapo Online e Meo Kanal na posição 707070.

O ano pastoral inicia um novo triénio pastoral, de 2020 a 2023, subordinado ao tema Como Maria, portadores da alegria e do amor, inspirado nas temáticas propostas pelo Santo Padre e que tem como horizonte a Jornada Mundial da Juventude de 2023, em Lisboa.

O ano pastoral que se inicia convida a salvaguardarmos e a cultivarmos uma perspetiva da existência humana centrada em Deus, seja pelo louvor seja pela confiança de que só Ele cuidará da fragilidade humana, sobretudo num tempo como o desta pandemia que o mundo atravessa.

Sob o tema Louvai o Senhor, que levanta os fracos, inspirado na frase bíblica “Jovem, eu te digo, levanta-te!”, do evangelho de Lucas (Lc7,14), os conteúdos temáticos deste novo ano pastoral serão centrados na mensagem de Fátima e naquilo que ela pode oferecer à experiência da fragilidade humana.

Neste sentido, serão desenvolvidos vários conteúdos temáticos sobre o acontecimento de Fátima como sinal da presença de Deus no mundo em sofrimento; Nossa Senhora de Fátima como mãe solícita para com a experiência do sofrimento do mundo; a mensagem de Fátima como proposta evangélica de sentido para um mundo em sofrimento ou Fátima como mensagem e lugar de esperança e de cuidado da fragilidade humana.

 

No âmbito deste novo ano pastoral, estará aberta a partir do próximo dia 2 de dezembro a exposição temporária Rostos de Fátima: fisionomias de uma paisagem espiritual, numa iniciativa que procura dar visibilidade ao acontecimento e à mensagem de Fátima, sobretudo num tempo especialmente delicado, que convoca toda a humanidade a refletir sobre a sua própria condição.

Subintitulada “fisionomias de uma paisagem espiritual”, a exposição pretende, num tempo de pandemia, refletir sobre o tema da morte e da vida como momentos luminosos da peregrinação do homem, peregrino na terra.

Num lugar de peregrinação como é o Santuário de Fátima, mostra-se, numa época marcada pelas máscaras nos rostos humanos, vários rostos cuja identidade conduzirá à esperança, ainda que em tempo de tantas inseguranças.

Assim, de rosto destapado, os diferentes protagonistas de Fátima vão dar a conhecer, através do relato das suas ações concretas, o trabalho e o compromisso que fizeram na divulgação da mensagem deixada há cem anos por Nossa Senhora a três crianças da Cova da Iria.