Torres Vedras: 2 Detidos por comercialização de armamento e material furtado

O Comando Territorial de Lisboa, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Torres Vedras, hoje, dia 18 de agosto, deteve dois homens, de 51 e 66 anos, pela prática dos crimes de detenção de arma proibida e receptação de armas e material furtado, no concelho de Torres Vedras.

No âmbito de uma investigação por detenção de arma proibida, que decorria há cerca de um mês, despoletada por uma vaga de furtos em todo o território nacional, em que os suspeitos compravam material furtado, incluindo armamento, para depois comercializar o material subtraído como se fosse da sua propriedade, os militares da Guarda deram cumprimento a nove mandados de busca, dos quais três domiciliárias e seis em veículo, tendo culminado na apreensão dos seguintes materiais:

· 15 armas de fogo;

· 355 munições de vários calibres;

· 46 ferramentas de vários tipos;

· Uma arma branca;

· Várias partes de diversas armas.

Os detidos serão presentes amanhã, dia 19 de agosto, ao Tribunal Judicial de Torres Vedras para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.

Esta ação contou com o reforço do Grupo de Intervenção e Operações Especiais (GIOE) e do Grupo de Intervenção Cinotécnico (GIC), dos Destacamentos de Intervenção (DI) de Leiria e Santarém e Núcleos de Investigação (NIC) de Mafra e de Vila Franca Xira, num total de 50 militares.