Trancoso: Detido pela GNR por violência doméstica, ficou com pulseira electrónica após ser presente ao tribunal

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE), no dia 11 de maio, deteve um homem, de 48 anos, pelo crime de violência doméstica, no concelho de Trancoso.

No âmbito de uma investigação relacionada com o crime de violência doméstica, foi possível apurar que o suspeito exercia violência física e psicológica sobre a sua companheira, de 38 anos, o que culminou no cumprimento de um mandado de detenção e consequentemente na detenção do agressor.

O detido foi presente no mesmo dia ao Tribunal Judicial de Trancoso, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de proibição de contacto com a vítima por qualquer meio, proibição de aproximação a menos de 500 metros da vítima e da sua residência, controlado através de dispositivo electrónico – pulseira electrónica, obrigatoriedade de frequentar um programa de recuperação de dependência de álcool, e obrigatoriedade de apresentações bissemanais no posto policial da área de residência.