Mão Morta actuam no Teatro Garcia de Resende

“No Fim Era o Frio”, o mais recente álbum editado pelos Mão Morta, em Setembro último, será tocado ao vivo, no Teatro Garcia de Resende, no dia 31 de Janeiro de 2020, às 21:30.

Ao vivo, numa primeira parte de apresentação do disco “No Fim Era o Frio”, os Mão Morta recriam a distopia, dando espaço para o palco funcionar como terreiro dessa demanda de calor humano, um terreiro devastado pelo fim da civilização e pelo níveo alvor de um novo recomeço, sem outro programa para além do mantra hipnótico tecido pela música. E, depois de um pequeno intervalo, há um outro concerto onde os Mão Morta revisitam o seu património musical, com os temas do passado a ganharem as asas do presente e a instalarem o caos urbano e a decadência civilizacional que sempre os inspiraram e inquietaram. Esta segunda parte conta com a colaboração da Oficina Arara, no cenário.

No fim, há a promessa da disponibilidade para conversarem, assinarem discos, tirarem fotos e tudo o mais que um momento de celebração como este merece.