Na antepenúltima noite de edpcooljazz subiram a palco nos Jardins do Palácio do Marquês de Pombal The Koop Oscar Orchestra e Nouvelle Vague para dois concertos muito aplaudidos pelo público que preencheu em grande número este belíssimo espaço em Oeiras.

“Uma noite dois concertos” foi o conceito desta noite, e dizemos nós, que grandes concertos. Abiram a função, The Koop Oscar Orchestra  que pela primeira vez actuaram em Portugal e com uma estreia que agradou bastante ao público que logo assim que o grupo subiu a palco os aplaudiu efusivamente.

 

 

O primeiro grande momento surgiu com “Summer Sun”, destacando-se ainda os temas “Come to me” e “I see a diferente you”, este último já no encore.

 

 

The Koop Oscar Orchestra é um renovado projecto da autoria de Oscar Simonsson, de nacionalidade sueca, que mistura a musica electrónica e o jazz. Esta conjugação de sonoridades tornou a actuação no cooljazz como um despertar de sensações a quem ouvia e acima de tudo gostava. Podemos afirmar que ninguém ficou indiferente a este projecto.

 

 

Esta foi uma estreia em Portugal, pois a anterior presença no nosso pais foi efectuada ainda com o nome de Koop, sendo que desde essa altura, houve uma renovação na constituição do grupo, tendo ontem surgido em palco com sete elementos no instrumental e a vocalista de nacionalidade lituana Jazzu a dar voz às melodias.

 

 

O segundo concerto da noite esteve a cargo de Nouvelle Vague vindos directamente de França e cujo nome é inspirado no movimento cinematográfico francês dos anos 60.

 

 

Ao edpcooljazz trouxeram algumas recriações de temas como “Ever Fallen in Love” de Buzzcocks, “Blue Monday” de New Order, entre outros.

 

                                  

A sonoridade do grupo francês viaja pelo punk rock, pós-punk e new wave mas que transita em palco para a bossa nova. Não lhes foi difícil conquistarem e envolverem o público no espectáculo.

 

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6805 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador