Sexta-feira, Setembro 24, 2021

Hospital de Santarém atinge limite da capacidade prevista para COVID-19, mas pode ter mais camas…

O Hospital Distrital de Santarém atingiu o limite da sua capacidade prevista de internamento para doentes infetados com o vírus SARS-CoV-2, mas assegura que tem ainda margem para alargar o número de camas.

Em informação prestada hoja à Lusa, o Hospital Distrital de Santarém (HDS) afirma que tinha, no início da semana, 63 internados em enfermaria, estando previstas 62 camas no plano de contingência, e nove na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI), que dispõe de 10 camas, mas que tem margem para instalar mais, seja em quartos que suportam uma terceira cama, seja, se necessário, com a abertura de mais uma ala para doentes covid.

Segundo o HDS, houve um acréscimo de internamentos devido ao período natalício e ao facto deste hospital ter recebido doentes covid do Centro Hospitalar do Oeste, além de estar a apoiar as urgências de outros hospitais, como é o caso do Centro Hospitalar do Oeste ou do Hospital de Vila Franca de Xira.

“De ressalvar que, apesar de todas as dificuldades, as nossas urgências, covid e não covid, têm continuado a prestar serviços e a assegurar as necessidades da população”, afirma.

Desde o início da pandemia da covid-19, em março de 2020, morreram, no HDS, 115 utentes em enfermaria e 12 em UCI, registando-se nas últimas semanas “um ligeiro agravamento que acompanha a tendência anual do inverno, agravada pela pandemia”, acrescenta.

Neste momento, o HDS conta com oito profissionais infetados (dois médicos, quatro enfermeiros e dois assistentes operacionais).

O plano de vacinação contra a covid-19 arrancou no HDS no dia 30 de dezembro, tendo sido vacinados 275 profissionais “considerados prioritários por trabalharem em áreas de risco, áreas covid”.

Dependente do fornecimento de vacinas por parte da tutela, a campanha de vacinação, que irá abranger os perto de 1.700 profissionais do HDS, prossegue esta semana, depois de ter sido recebido um novo lote, adianta.

Segundo o HDS, com a autorização do Infarmed que permite que cada frasco da vacina dê para seis doses, será possível alargar a vacinação para lá dos 340 profissionais que tinha previsto vacinar esta semana.

Fonte do HDS disse à Lusa que entre os profissionais vacinados no dia 30 de dezembro surgiram algumas reações, como tremores ou suores, mas “dentro do quadro considerado normal”.

Portugal contabiliza pelo menos 7.286 mortos associados à covid-19 em 436.579 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O estado de emergência decretado em 09 de novembro para combater a pandemia foi renovado até 07 de janeiro, com recolher obrigatório entre as 23:00 e as 05:00 nos concelhos do território do continente com risco de contágio mais elevado.

Texto: Lusa

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
109InscritosInscrever