Sexta-feira, Setembro 17, 2021

Cavalos da Família Moura chegaram ao Campo Pequeno sob escolta policial

Cavalos da Família Moura chegaram ao Campo Pequeno sob escolta policial
Foto: Ovação e Palmas

Cavalos da Família Moura chegaram ao Campo Pequeno sob escolta policial, de forma a assegurar a segurança.

Os cavalos dos cavaleiros João Moura, João Moura Jr. e Miguel Moura já se encontram no Campo Pequeno, tendo chegado sob escolta policial, por parte dos batedores da PSP.

Uma medida preventiva, de forma a assegurar todas as condições de segurança para a chegada dos animais à praça lisboeta.

Pelas 21:00, os três cavaleiros e os forcados de Santarém e Montemor enfrentam touros da ganadaria Veiga Teixeira, acima dos 500 Kg.

Já são conhecidos os pesos dos touros para esta noite, no Campo Pequeno.

Assim, os pesos são os seguintes:

Nrº 674 com 542 Kg
Nrº 687 com 568 Kg
Nrº 706 com 592 Kg
Nrº 684 com 566 Kg
Nrº 710 com 554 Kg
Nrº 672 com 576 Kg

Os dois touros sobreros são: Nrº 695 com 542 Kg e Nrº 704 com 485 Kg.

PSP COM FORTE DISPOSITIVO PARA EVITAR INCIDENTES

PSP com operação especial e em alerta no Campo Pequeno, devido às manifestações anti touradas e anti homenagem a João Moura que se anunciam a partir das 19:30.

Após reunião da empresa Ovação e Palmas e a PSP, estão já todos os cenários previstos e equacionados para o que possa acontecer na tarde/noite desta quinta-feira.

De há dois dias a esta parte que estão a ser tomadas todas as providências por parte das autoridades policiais, de modo a evitar incidentes no Campo Pequeno, antes, durante e depois da corrida de touros agendada para as 21:30.

Esta corrida é uma homenagem mundial a João Moura e foi isso que despoletou a marcação de manifestação por parte do IRA (Intervenção e Resgate Animal) para o Campo Pequeno, juntando-se assim, à já tradicional manifestação da ANIMAL.

Os motivos contra esta homenagem prendem-se com a questão dos galgos, que se encontra na justiça.

A convocação nas redes sociais de uma grande manifestação de protesto por parte de organizações ditas animalistas e anti-taurinas, fez desencadear aquela que será a maior operação policial jamais levada a cabo em torno de um espectáculo tauromáquico.

Por exemplo, estarão elementos do Corpo Especial da PSP, dentro e fora da praça, para evitar incidentes e assegurar a normalidade, dentro e fora da praça.

A manifestação está marcada para as 19:30 e a corrida inicia-se às 21:30.

É aconselhável que os aficionados cheguem cedo à praça, pois poderá ser feita revista à entrada, pela PSP.

PSP com operação especial e em alerta no Campo Pequeno para que todos, aficionados e anti taurinos, estejam em segurança.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
109InscritosInscrever