Quarta-feira, Setembro 29, 2021

Morte de Sara Carreira: ERC acusou Correio da Manhã de violar direitos da família

Morte de Sara Carreira: ERC acusou Correio da Manhã de violar direitos da família

Morte de Sara Carreira: ERC acusou Correio da Manhã de violar direitos da família, após publicação de fotografia de Tony Carrera no velório.

A imagem que marcou todo o funeral de Sara Carreira: Tony Carreira muito abatido a caminhar para a casa mortuária da Basílica da Estrela.

Foram feitas várias queixas na Entidade Reguladora Para a Comunicação Social (ERC), que já se pronunciou sobre o assunto.

A deliberação da ERC refere o seguinte:

1 – A publicação da fotografia do rosto de Tony Carreira, pai da vítima, durante as cerimónias fúnebres, não encontra respaldo em critérios de interesse público nem acautelou o dever de proteção de pessoas em situação de vulnerabilidade psicológica e emocional, impossibilitando a família da vítima de vivenciar um contexto de dor e sofrimento de forma discreta;

2 – Tal opção editorial não evidencia acréscimo de valor informativo, em oposição aos deveres de exercício da profissão plasmados na alínea a) do n.º 1 do artigo 14.º do Estatuto do Jornalista;

3 – Consequentemente, o Correio da Manhã poderá ter posto em causa o direito à reserva da intimidade da vida privada, pelo que se insta o CM respeitar os direitos e deveres em causa.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
109InscritosInscrever