Quinta-feira, Maio 13, 2021

Que bonito concerto, Aurea! Campo Pequeno reabriu com amor.

Que bonito concerto, Áurea! Campo Pequeno reabriu com amor.
Fotografia: Rute Nunes e Carlos Pedroso/Infocul.pt

Que bonito concerto, Aurea! Campo Pequeno reabriu com amor. Amor de quem faz, amor de quem vê e ouve.

A Praça de Touros do Campo Pequeno reabriu portas para o ciclo “Santa Casa Portugal ao Vivo”, esta quinta-feira, com um concerto de Aurea.

Emoção logo a abrir o espectáculo!

Perante uma moldura humana razoável, a cantora emocionou-se logo no primeiro tema.
Perante um céu estrelado, com luzes de smartphones, Aurea interpretava “One Night Fix”, quando as lágrimas molharam o rosto e embargaram a voz.

Recuperou sob fortes aplausos, que se intensificaram no final do tema, perante o pedido de desculpa da artista.

Isto nunca me tinha acontecido. Deve ser da idade, digo eu“, disse.

O que vos posso dizer? Finalmente, não é? Hoje aqui em cima do palco… Não sou só eu, estávamos lá atrás e falávamos que já não fazemos isto há tanto tempo que se calhar já nem sabemos…“, acrescentou.

Falou sobre a tragédia que se abateu sobre a cultura, com a impossibilidade de trabalharem durante um ano, esperando que as coisas melhorem rapidamente.

Acompanhada da sua banda, Aurea teve uma noite intensa e em que pôde mostrar todo o seu talento, numa constante troca energética com um público generoso.

Recordou a parceria feita com Agir, no tema Frágil, tema que saiu 3 anos após ‘Confessions’. Aurea recordou que está parceria era algo que já desejava há muito.

O espectáculo que Aurea trouxe ao Campo Pequeno, andou na estrada de há 3 anos a esta parte, percorrendo várias salas, com a cantora a pretender que este fosse intimista e em que o público pudesse cantar.

Que bonito concerto, Aurea! Campo Pequeno reabriu com amor.
Fotografia: Rute Nunes e Carlos Pedroso/Infocul.pt

Proximidade, afecto, emoção!

Estamos em família“, reforçou.

Aproximadamente a meio do espectáculo, o cenário mudou ligeiramente e Aurea aproveitou para trocar de roupa.

Surgiu em palco descalça e de vestido curto, soltando suspiros da bancada.

Perante excelente ambiente, Aurea desceu do palco (com máscara) para cantar no meio do plateia o tema “Okay Alright”.

Numa constante interacção com o público, Aurea aproveitou para passar mensagens de amor e compaixão.

Aurea que voltou a emocionar-se no final do concerto ao lembrar as pessoas que a acompanharam nesta fase difícil.

No encore tinha ainda uma surpresa para o público. Chamou Tiago Barbosa, ex-concorrente The Voice Portugal, para em dueto interpretarem “A Paixão” de Rui Veloso.

A cantora fechou o espectáculo com um dos seus temas de maior exito: I deadn’t mean it.

Por último, destacar a banda que a acompanhou: Patricia Antunes e Patricia Silveira (back vocals), Rui Ribeiro, Guilherme Marinho, João Freitas e João Guilherme.

É bom voltar a respirar arte, voltar a aplaudir o talento, voltar a emocionarmos-mos com os outros!

É bom voltar a viver, depois de termos sobrevivido a uma pandemia!

Alinhamento:


-One night fix
-Hide
-Frágil
-Like a sheet of paper
-Thrill Seeker
-Head of Hears
-Busy
-Okay Alright
-Dreaming + No No
-Something
-Scratch my back
-Waiting for you

Encore:


-Don’t Worry About me
-A Paixão (Com Tiago Nicolau)
-I didn’t mean it

Texto: Rui Lavrador
Fotografias: Rute Nunes e Carlos Pedroso

Rui Lavrador
Rui Lavradorhttp://www.infocul.pt
Jornalista e Director Infocul.pt

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,970FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
89InscritosInscrever