Sábado, Setembro 25, 2021

Malato encerra polémica: “O Goucha é maravilhoso”

Malato encerra polémica: "O Goucha é maravilhoso"

Malato encerra polémica: “O Goucha é maravilhoso”, disse à TV 7 Dias.

Goucha entrevistou uma pessoa que teve a perna amputada “aos 14 anos devido a um cancro. Trinta anos depois, casada e mãe de três filhos, a vida trouxe-lhe mais um desafio: um novo cancro”.

Malato criticou o conteúdo: “O que leva uma pessoa a expor-se assim? Que televisão é esta? Tão diferente da que eu aprendi! Que privilégio trabalhar na RTP”.

Goucha respondeu no dia seguinte: “Para a Sara Inês Serafim não há impossíveis. É a própria a dizê-lo. Apesar dos obstáculos que teve de enfrentar, nomeadamente bullying e discriminação, pelo facto de ter nascido com surdez bilateral profunda, criou a sua marca de joalharia e sente-se realizada“, escreveu, acrescentando “Hoje vamos conhecê-la no programa da tarde. Esta é a Televisão que gosto de fazer“.

Agora, Malato fechou a polémica.

Não há polémica nenhuma. Aquilo foi uma reflexão sobre um conteúdo. Se calhar não devia ter escrito, mas nem sequer é falar mal. Eu não falei da TVI, falei da televisão que eu aprendi. Quanto ao Goucha, gosto imenso dele. O Goucha é maravilhoso, faz entrevistas maravilhosas, mas, se eu quiser ver o Goucha, não vou ver quando ele está a fazer este tipo de entrevistas, quando ele faz outras tão boas“, disse à TV 7 Dias.

Para José Carlos Malato, um conteúdo televisivo “ou serve para se tirar alguma lição cá para fora, para ajudar as pessoas, ou então é só exploração da situação, mas isso é uma coisa que é uma discussão há muito tempo em televisão. (…) Eu falei mal do conteúdo, de uma prática que se vai instalando na televisão hoje em dia, é um tipo de conteúdo com que não me sinto confortável em fazer“.

Nem sequer é indignar, faz-me impressão. Se eu tivesse que fazer aquele trabalho não ia conseguir, não é a televisão que eu aprendi”, rematou.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
109InscritosInscrever