Quarta-feira, Agosto 4, 2021

Samora Correia: Quatro em prisão preventiva numa operação de combate ao tráfico de droga

O Comando Territorial de Santarém, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Coruche, no dia 14 de abril, deteve quatro homens e duas mulheres, com idades compreendidas entre os 21 e 31 anos, quatro dos quais sujeitos à medida de coação de prisão preventiva, numa operação de combate ao tráfico de estupefacientes, na localidade de Samora Correia.

A operação, que envolveu mais de 100 militares, decorreu na sequência de uma investigação por tráfico de estupefacientes e resultou no desmantelamento de um grupo de indivíduos organizado, com funções bem definidas, e que se dedicava à aquisição de produto estupefaciente e posterior acondicionamento em doses individuais prontas para venda e distribuição ao consumidor no concelho de Benavente, com especial incidência na localidade de Samora Correia.

No decorrer das diligências policiais, foram realizadas 13 buscas, seis domiciliárias e sete a veículos, que resultaram na apreensão do seguinte material:

· 158 doses de haxixe;

· Sementes de canábis;

· 4 512 euros em numerário;

· Uma arma de fogo adaptada;

· Um gás pimenta;

· 12 telemóveis;

· Diverso material relacionado com a prática do ilícito;

· Diverso material eletrónico.

Os seis detidos, três deles com antecedentes criminais por roubo com arma de fogo, sequestro, ofensas à integridade física qualificada, detenção de arma proibida e por tráfico de estupefacientes, foram presentes a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial de Santarém ao final do dia de ontem, 15 de abril, onde a quatro dos quais lhes foram aplicadas as medidas de coação de prisão preventiva e aos outros dois, apresentações trissemanais no posto policial da área de residência.

A operação contou com o reforço dos Postos Territoriais do Destacamento Territorial de Coruche, da Secção de Informações e Investigação Criminal (SIIC) e Destacamento de Intervenção (DI) do Comando Territorial de Santarém, do Grupo de Intervenção de Ordem Pública (GIOP) e do Grupo de Intervenção de Operações Especiais (GIOE).

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
102InscritosInscrever