Domingo, Fevereiro 28, 2021

Consórcio do MIT Portugal vence competição internacional para combater plástico nos oceanos

O projeto SMART (diStributed AI system for mArine plastic debRis) é o grande vencedor da primeira edição do concurso internacional AI Moonshot Challenge para a deteção de plásticos nos Oceanos. O anúncio foi feito esta quinta-feira, 03 de dezembro, no decorrer da WebSummit.

500 mil euros é o valor que o projeto irá receber para desenvolver uma solução que usa dados de satélite e inteligência artificial para combater a poluição por plástico nos Oceanos.

A equipa liderada pelo Centro de Recursos Naturais e Ambiente (CERENA-Técnico) inclui 12 investigadores portugueses e 6 do Massachusetts Institute of Technology (MIT). O projeto, promovido no âmbito do Programa MIT Portugal (MPP) “resulta de um trabalho colaborativo entre investigadores portugueses e do MIT no desenvolvimento de soluções inovadoras para problemas societais” refere Pedro Arezes, Diretor Nacional do MIT Portugal.

Este projeto representa o investimento do MPP em áreas estratégicas de Sistemas Terrestres e Ciência de Dados” e “um investimento em Portugal com o impulsionar do uso de dados espaciais no avanço da investigação científica” afirma a Co-Diretora Nacional do MIT Portugal, Zita Martins, que integra a equipa de investigadores do projeto.

A Co-Diretora Nacional do MIT Portugal destaca ainda o fator inovador da proposta com a utilização de conceitos e ferramentas que irão contribuir para mitigar o problema do plástico no Oceano.

Essa é também a visão do investigador responsável do projeto e Professor do Técnico, Leonardo Azevedo, que salienta a abordagem criativa a um problema global. “A nossa abordagem destaca-se pela utilização de métodos de Machine Learning (ML) e Inteligência Artificial (AI) de ponta” indica.

A integração dos dados de imagens de satélite do programa Copernicus (ESA) com modelos avançados que simulam o comportamento do oceano, de métodos de ML/AI do tipo “Physics Informed GANs and Deep Neural Networkse de observações diretas provenientes de veículos autónomos marinhos resultará em mapas de probabilidade de ocorrência de plásticos no oceano ao longo do tempo”, explica o investigador.

É desejo do consórcio que os mapas resultantes sejam uma ferramenta de auxilio às autoridades, locais, regionais e globais para implementar estratégias e políticas para a mitigação do problema de acumulação de detritos, e em particular de plásticos, no oceano” acrescenta o responsável do projeto.

Leonardo Azevedo destaca ainda a multidisciplinariedade e qualidade científica da equipa promovida por “uma geração de jovens investigadores nacionais de diferentes áreas: ciências de dados espaciais, ciências do mar e oceanografia”.

O projeto SMART, com a duração máxima de 2 anos, será conduzido inteiramente a partir de Portugal, sendo liderado pelo CERENA-Técnico, em coordenação com o Laboratório de Sistemas e Tecnologia Subaquática (LSTS – Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto – FEUP), o Centro de Química Estrutural (CQE – Técnico), o Centro de Estudo do Ambiente e do Mar (CESAM – Universidade de Aveiro), o Instituto Hidrográfico e o MIT. Esta proposta conta ainda com o suporte do MACC – Minho Advanced Computing Center, da IBM, do EPhysLab da Universidade de Vigo e do Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

O AI Moonshoot Challenge é um concurso de âmbito internacional promovido pela Agência Espacial Portuguesa em cooperação com a Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), Unbabel, Agência Espacial Europeia (ESA), Agência Nacional de Inovação (ANI) e Web Summit, que visa encontrar ideias disruptivas que conjuguem dados de satélite e Inteligência Artificial para a deteção de plásticos nos Oceanos. Em 2021 estará de volta para a segunda edição.

Avatar
Redacçãohttp://www.infocul.pt
Redacção oficial do site infocul.pt

Artigos Relacionados

Big Brother: Noivo de Noélia chama Quintino Aires de “traste”

O noivo de Noélia está irritado com os comentários que Quintino Aires tem feitio sobre a namorada no Extra, do Big Brother. Quintino Aires já...

Pedro Crispim mostra-se sem roupa e seguidora chama-o à atenção

Pedro Crispim, consultor de moda e actualmente como comentador do Big Brother, publicou uma fotografia em que surge sem roupa. Entre os que gostaram e...

Agir mostra-se contra concertos em livestreaming: “Começa a dar dores de cabeça e queremos voltar ao normal”

O músico Agir recorreu às redes sociais para criticar os concertos em livestreaming. Comparou-os mesmo ao uso de óculos 3D nas salas de cinema. Segundo o...

Siga-nos nas redes sociais

23,963FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
65InscritosInscrever