Sexta-feira, Setembro 24, 2021

Évora 2027 lança ciclo de mini documentários

Évora a Capital Europeia da Cultura

Évora 2027, Candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura, apresenta no próximo dia 07 de fevereiro o projeto #SENDO, um ciclo de pequenos documentários que dá a conhecer várias histórias que representam o trabalho desenvolvido na comunidade, seja em instituições (públicas ou privadas), associações, fundações, cooperativas ou outras formas coletivas.

A iniciativa, que pode ser acompanhada através das redes sociais de Évora 2027, arranca com o testemunho de Zélia Parreira, diretora da mais antiga biblioteca pública portuguesa, a Biblioteca Pública de Évora.

Semanalmente, até novembro de 2021 — altura em que as cidades candidatas deverão entregar o primeiro Bid Book —, será possível conhecer cerca de meia centena de histórias, como o projeto cultural multidisciplinar Córtex Frontal (Arraiolos); a associação cultural Oficinas do Convento (Montemor-o-Novo); o Centro Interpretativo dos Almendres (Évora); o Figurado de Estremoz; o observatório Dark Sky (Alqueva); o projeto de residências artísticas O Espaço do Tempo (Montemor-o-Novo); a associação cultural SHE – Sociedade Harmonia Eborense (Évora); ou o laboratório de inovação Artéria Lab (Évora).

Este ciclo reflete o processo de auscultação a agentes, estruturas e instituições, que tem vindo a ser desenvolvido pela Equipa de Missão. Vozes que contribuem para a construção da candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura. Trata-se, simultaneamente, de conhecer e reconhecer o trabalho que já é feito no território. E, por isso, #SENDO tem também como objetivo contribuir para a construção de um forte sentimento de pertença”, comenta Paula Mota Garcia, coordenadora da Equipa de Missão Évora 2027.

Pode acompanhar o #SENDO através do Facebook e Instagram.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
109InscritosInscrever