Terça-feira, Junho 22, 2021

Goucha revela oferta: “Se há coisa que não escaqueiro é a memória!”

Facebook

A TVI celebrou, ontem, o seu 28º aniversário com uma emissão especial feita a partir de vários pontos do país.

Manuel Luís Goucha esteve em Monsaraz e São Pedro do Corval e, hoje, deu conta de uma oferta que lhe foi feita na conhecida Olaria Patalim.

O apresentador que fez lá umas compras, que usou no jantar de ontem, começa por escrever que “dizia-me ontem o Rui da Olaria Patalim (a mais antiga das olarias de S. Pedro do Corval) que chegou a ter ali onde antes eram os grandes fornos de cozer as peças, um pequeno espaço museológico com trabalhos expostos de muitos anos, alguns com quase cem ou até mais, memórias do talento dos seus, já que a arte de trabalhar o barro está na família desde o trisavô, não fora os quantos vândalos terem reduzido quase tudo a cacos”.

Ao mostrar-me o que resta desse espaço deparei-me no chão com este pote de cores vivas e logo me disse que quem o pintou e assinou, numa das suas idas à região, foi o José Viana, celebrado actor da nossa cena e sim pintor também, com obra muito gabada na última fase da sua vida, ele que havia começado como desenhador na Bertrand. Ligam-me ao actor doces lembranças, das conversas que tivemos em televisão, das “esparguetadas” em casa da Yo Apolloni e até de algumas cenas teatrais em tempos revolucionários de canto livre e campanhas de alfabetização, por isso quis comprar a peça”, acrescentou.

Que não, disse pronto Maria (a mãe de Rui, Nélia e Egídio, todos artistas do barro) que tinha rachaduras antes ma oferecia sabendo de antemão que eu a iria estimar. Que disso não duvide, já é na biblioteca em lugar de destaque e a sossego das mexidelas. Que se há coisa que não escaqueiro é a memória! Obrigado”, rematou.

Redacçãohttp://www.infocul.pt
Redacção oficial do site infocul.pt

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,945FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
99InscritosInscrever