Sexta-feira, Setembro 24, 2021

Jovem atropelado no Seixal assume culpa

Jovem atropelado no Seixal assume culpa

O rapaz de 12 anos que foi atropelado ao fugir a agressões, no Seixal, foi ouvido por um procurador do Ministério Público, no juízo de Família e Menores do Tribunal do Seixal.

O caso foi o mais badalado da última semana e a imprensa encheu-se de notícias.

As imagens chocantes foram intensivamente partilhada das nas redes sociais. Na passada quinta-feira, um grupo de alunas de uma escola na Arrentela, Seixal, estava a fazer bullying a um colega, chamando-lhe nomes e provocando-o ao pé da Estrada Nacional 10-2.

Ao tentar fugir, o jovem foi atropelado por um carro, tendo ficado com ferimentos ligeiros e estando agora a recuperar.

O menino já foi ouvido pelo procurador do Ministério Público, está ainda com o braço esquerdo ao peito, a recuperar de uma fissura e mostra alguns sinais de choque.

Estou mais ou menos bem”, disse o jovem ao CM.

A jovem agressora, de 13 anos, não foi ainda chamada a prestar declarações, mas ao que tudo indica está para breve.

O menino disse ainda à PSP, no dia do atropelamento, que foi o culpado de toda a situação ter acontecido.

O pai da vítima já reuniu com a escola, e pediu processos disciplinares para as agressoras, no entanto a escola não garantiu que tal acontecesse.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
109InscritosInscrever